As raízes de Dandá: literatura infantil e design editorial para o empoderamento de meninas negras

Imagem em miniatura
Data
2021-06
Autores
Costa, Ana Laura de Paoli
Título do periódico
ISSN
Título do Volume
Editor
Resumo
A vida de mulheres negras é marcada por um cruzamento de opressões nos âmbitos de raça, gênero e classe. Desde suas infâncias, precisam lidar com a exclusão social, falta de direitos básicos e o racismo, tendo um impacto direto na construção da sua identidade e de sua autoestima. Os padrões estéticos estabelecidos socialmente e a estereotipação do corpo negro podem dificultar o processo de autoaceitação da menina negra, fazendo com que ela negue seus traços e suas origens. Desta forma, o empoderamento e a representatividade possuem grande relevância para que a criança desenvolva uma imagem positiva sobre si mesma e seu grupo social. Neste contexto, o design assume um papel ativista ao buscar soluções para problemas enfrentados pelas minorias, por meio do desenvolvimento da narrativa e do projeto gráfico do livro As Raízes de Dandá que, em suas 32 páginas, busca valorizar as raízes do povo negro. Este trabalho guiou-se pela metodologia Human Centered Design (IDEO, 2009), complementada por ferramentas projetuais de Bruno Munari (1981) e influência do trabalho do designer e autor Gustavo Piqueira. Para compreender as vivências de meninas negras realizou-se entrevistas com profissionais, pesquisa qualitativa com adolescentes e mulheres pretas e atividade artística com crianças. Buscou-se verificar como as linguagens verbal e visual se relacionam no livro ilustrado, por meio de uma análise de similares. Em relação à construção do projeto, desenvolveu-se a narrativa e o conceito visual das personagens, seguidos pela definição de aspectos do projeto gráfico e sua prototipação. O projeto editorial passou por duas etapas de validação, uma delas com uma especialista em literatura e outra com uma criança. Por fim, desenvolveu-se um plano de implementação para que, futuramente, o livro auxilie o empoderamento de meninas negras e inspire crianças por todo país.
Black women's lives are marked by an intersection of oppression in terms of race, gender and class. Since their childhood, they have to deal with social exclusion, lack of basic rights and racism, which has an immediate impact on the construction of their identity and self-esteem. The aesthetic standards socially established and the stereotyping of the black body can hinder the black girl's self-acceptance process, causing her to deny her features and her roots. Thus, empowerment and representativeness have great relevance for children to develop a positive image about themselves and their social group. In this context, design assumes a social an activist role by seeking solutions to problems faced by minorities, through the development of the narrative and graphic project of the book As Raízes de Dandá, which, in its 32 pages, seeks to value the roots of black people. This work was guided by the Human Centered Design methodology (IDEO, 2009), complemented by Bruno Munari's design tools (1981) and influence of the work of the designer and author Gustavo Piqueira. To understand the experiences of black girls there were made interviews with professionals, qualitative research with black teenagers and women, and artistic activities with children. The aim was to verify how verbal and visual languages relate to each other in the illustrated book, by means of an analysis of similarities. Regarding the construction of the project, the narrative and visual concept of the characters were developed, followed by the definition of aspects of the graphic design and its prototyping. The editorial project went through two validation stages, one of them with a literature specialist and the other with a child. Finally, an implementation plan was developed so that in the future the book will help empower black girls and inspire children across the country.
Descrição
Palavras-chave
Design editorial, Livro infantil ilustrado, Empoderamento, Representatividade, Meninas negras, Editorial design, Illustrated children's book, Empowerment, Representativeness, Black girls
Citação
COSTA, Ana Laura de Paoli. As raízes de Dandá: literatura infantil e design editorial para o empoderamento de meninas negras. 2021. Monografia (Graduação em Design) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 01 jul. 2021. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/3292.
Coleções