ELABORAÇÃO DE PÓRTICO DE CONCRETO ARMADO AO CONCURSO APARATO DE PROTEÇÃO AO OVO

Gabriela Trevisol Loss, Marina Valduga, Roberta Diehl, Willian Poleto Zanon

Resumo


O presente artigo relata a construção de um pórtico espacial de concreto armado, com dimensões definidas e volume limitado, cujo nome é Aparato de Proteção ao Ovo (APO), sendo parametrizado segundo as normas e técnicas estabelecidas pelo concurso de mesmo nome, promovido pelo Instituto Brasileiro
do Concreto (IBRACON). O pórtico foi desenvolvido com o intuito de suportar o maior número de cargas possíveis, além de apresentar uma baixa deformação. Para sua confecção foi utilizado o cimento CP V ARI, sílica ativa, areia fina, aditivo superplastificante e microfibra de polipropileno. Além da confecção do pórtico, foram moldados dois corpos de prova, para posteriormente conhecer suas resistências através do ensaio de compressão. A estrutura construída passou pelo ensaio de carregamento dinâmico com cargas crescentes de impacto, até a sua ruptura, resistindo a golpes de até 2,0 metros de altura, com uma carga de 15kg. Os dois corpos de prova realizados e rompidos no mesmo dia do APO obtiveram as resistências de 49,28 MPa e 75,61 MPa.

Palavras-chave


Concreto armado; Dosagem de concreto; Materiais;Aparato de Proteção ao Ovo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22410/issn.2176-3070.v10i4a2018.1988

Direitos autorais 2019 Gabriela Trevisol Loss, Marina Valduga, Roberta Diehl, Willian Poleto Zanon

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: