A CONTRIBUIÇÃO DA PEDAGOGIA NO TRATAMENTO DA CRIANÇA HOSPITALIZADA

Priscila da Rosa Borges, Gustavo da Rosa Borges

Resumo


O presente artigo trata da Pedagogia Hospitalar tendo como base um cuidado especial com o atendimento à criança hospitalizada, marcando o objetivo do estudo. Com o propósito de focar na qualidade de vida desses enfermos, foi realizado um estudo de caso no Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas, usando como instrumento uma conversa formal com a psicopedagoga da referida instituição hospitalar. Viu-se que o trabalho do pedagogo pode auxiliar na recuperação de crianças e adolescentes hospitalizados, reduzindo, assim, a ansiedade que surge com a internação. Compreendeu-se que a Pedagogia Hospitalar, por maio de atividades lúdicas, pedagógicas e recreativas, previne o fracasso escolar, por ser uma modalidade de ensino da Educação Especial que visa à ação integrada do pedagogo no ambiente hospitalar. Para tanto, é imprescindível que o pedagogo seja um profissional capacitado para atuar na área hospitalar, visto que seu trabalho é de vital importância também na área da saúde, já que contribui não somente na educação continuada, mas, em muitos casos, na recuperação dos enfermos, ampliando, assim, o escopo da pedagogia.

Palavras-chave


Pedagogia Hospitalar. Criança. Adolescente. Cuidado.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Priscila da Rosa Borges, Gustavo da Rosa Borges

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: