Notícias

Univates/Florestal Alimentos/Bira estreia com importantes vitórias
Univates/Florestal Alimentos/Bira estreia com importantes vitórias

Univates/Florestal Alimentos/Bira estreia com importantes vitórias

O Univates/Florestal Alimentos/Bira enfrentou neste final de semana as equipes paranaenses de Maringá e Campo Mourão pela Copa Sul Brasil de Basquete. Duas importantes vitórias figuram na estreia da equipe, que soma 4 pontos e um saldo de cestas de 37 pontos a favor, detalhe importante visto que a maioria dos jogos está sendo decidida com pouca diferença de pontuação. Contra a equipe de Maringá, na sexta, o time do Vale do Taquari ganhou por 22 pontos. Já no confronto com Campo Mourão, no sábado, a vitória foi por 15 pontos de diferença.

Os jogos

Com apoio de 700 torcedores, o Univates/Florestal Alimentos/Bira enfrentou um jogo tranquilo contra Maringá. Sempre a frente no placar, com parciais 21 x 5; 42 x 20 e 65 x 34, a equipe comandada pelo técnico Antônio Krebs Júnior, o Pitu, fechou a partida em 84 x 62. Destaque em quadra para Felipe Ventura, armador, que foi o cestinha com 21 pontos, seguido de Cristiano Baierle, o Mirim, e Cauê, ambos com 17 pontos.

No sábado o Bira enfrentou o atual campeão e invicto até então Campo Mourão. O primeiro tempo foi difícil para o time do Vale do Taquari, sempre atrás no placar. A equipe do Vale voltou em quadra para o segundo tempo 9 pontos atrás do adversário: 38 x 47. O apoio da torcida foi fundamental para a reação do time. Apesar de estar num número muito abaixo do esperado para o nível do campeonato, os 600 torcedores que compareceram ao Complexo Esportivo da Univates entraram em quadra junto com os jogadores. A reação do Univates/Florestal Alimentos/Bira, que chegou a encostar no placar duas vezes no terceiro quarto, mostrou que era possível uma virada. Com uma defesa mais forte, o time encerrou o quarto em 61 x 64. O último quarto foi emocionante para todos. Erros da arbitragem, jogo equilibrado e cansaço em quadra não desanimaram a equipe, que conseguiu virar o jogo e conquistar a importante vitória de 92 x 77. O cestinha da partida, Cristiano, o Mirim, fez 30 pontos, sendo 8 bolas de 3 pontos.

Para Pitu, o time mostrou garra em quadra. "O time estava com muita disposição apesar do cansaço das duas partidas consecutivas. Apostamos na vitória e superamos as dificuldades com muita garra. Agora é pensar nas próximas partidas que serão em Santa Catarina", comenta. Marcos, pivô do Bira, ressaltou o envolvimento dos jogadores. "A dedicação da equipe, aliada às palavras do técnico no intervalo e às mudanças que fizemos na defesa foram decisivas", revela.

Os próximos desafios

A equipe segue treinando esta semana e se preparando para os jogos em Santa Catarina. A delegação parte na quinta-feira, enfrentando na sexta o time de Blumenau e no sábado Brusque. 

O Clube conta com o patrocínio da Univates, Florestal Alimentos e Prefeitura Municipal de Lajeado. Como apoiadores, a Unimed VTRP, Construtora Diamond, Kikão Lanches, Imperatriz Hotel, CBTur, Fundação de esporte e lazer do RS (Fundergs) e Bergatur. 

Texto: Elise Bozzetto
Seleção Brasileira de vôlei realiza testes no Vale do Taquari
Seleção Brasileira de vôlei realiza testes no Vale do Taquari

Seleção Brasileira de vôlei realiza testes no Vale do Taquari

Os municípios de Estrela e Lajeado são sede da seletiva da Seleção do Brasil até domingo

LAJEADO - Começou nesta quinta-feira, dia 15, no complexo esportivo da Univates, a quinta avaliação da Seleção Brasileira Infanto-Juvenil que irá disputar o campeonato sul-americano no Chile de 05 à 11 de novembro. O vencedor da competição garante vaga para o Mundial da modalidade em 2013.

Segundo Antônio Rizola, gerente das Seleções Brasileira masculina e feminina de vôlei, a ideia é visitar todos os cantos do Brasil para que assim, seja possível ter uma avaliação ampla das meninas, "Depois desse momento, quando o grupo definitivo que irá representar o país no Sul-americano é convocado, elas ficam três meses concentradas no centro de treinamento em Saquarema no Rio de Janeiro, o que aumenta as condições das jogadoras de evoluírem para a competição". O gerente ainda salienta o porque da escolha dos municípios de Estrela e Lajeado terem sido escolhidos pela Confederação Brasileira de Vôlei, "Ficamos muito felizes de estar no Vale do Taquari. Elegemos essa região em função do belo e contínuo trabalho desenvolvido pela Avates e por termos toda a estrutura necessária para trabalhar". No total, serão oito seletivas com a participação de 160 jogadoras de todo o país.

Maurício Thomas está à frente da Seleção de base há oito anos, sendo dois como técnico. Com três títulos Mundiais, cinco Sul-americanos e 1 vice-campeonato da Copa Pan-americana o primeiro dia de atividades é sempre o mais complicado, "Achei elas muito nervosas, o que é absolutamente normal por se tratar de uma primeira avaliação, mesmo assim, já conseguimos notar o potencial delas".

Entre as vinte atletas convocadas para esta etapa da seletiva, estão quatro jogadoras do time Languiru/CML/Avates/Pref. Estrela, as atacantes Ana Luiza Dickel e Samara Gonçalves da categoria infantil e ainda, a atacante Bárbara Krug e a levantdora Daniela Mors da equipe infanto.

Para o auxiliar técnico do Brasil, Juca Klein, que também é o comandante da equipe tetracampeã estadual, Univates/Avates as representantes da Associação de Estrela tem grande probabilidade de integrar o grupo que irá para o sul-americano, "São meninas com grandes qualidades e que se destacam pelo excelente nível técnico".

O diferencial desta etapa de avaliações da Seleção do Brasil é identificar atletas que jogam exclusivamente no estado do Rio Grande do Sul. Fato único em todo processo de recrutamento.

Além dos treinos que acontecem durante o dia, no período da noite o Colégio Martin Luther é palco de palestras e clínicas, ministradas pelos membros da comissão técnica da Seleção e direcionadas para treinadores convidados de equipes do estado e interessados no vôlei.

As equipes da Avates recebem o apoio do Colégio Martin Luther, Prefeitura Municipal de Estrela, Univates, Cooperativa Languiru, Academia Corpus, Clínica de Fisioterapia Espaço e Saúde e ICCILA.

Programação:

Sexta-feira(16)
Manhã - Treino no Colégio Martin Luther - 9h30;
Tarde - Amistoso no Complexo Esportivo da Univates entre Univates/Avates x Seleção que participa da seletiva;
Noite - Palestras da comissão técnica da Seleção Brasileira no Colégio Martin Luther para técnicos e envolvidos com a modalidade.

Sábado(17)
Manhã - Treino no Colégio Martin Luther - 9h30;
Tarde - Treino no Complexo Esportivo da Univates - 16;
Noite - Palestras da comissão técnica da Seleção Brasileira no Colégio Martin Luther para técnicos e envolvidos com a modalidade.

Domingo(18)
Manhã - Treino no Colégio Martin Luther - 9h30;
Técnica vocal é abordada em curso de extensão da Univates
Técnica vocal é abordada em curso de extensão da Univates

Técnica vocal é abordada em curso de extensão da Univates

Com o objetivo de aprimorar e aperfeiçoar vozes, a Univates oferece o curso de extensão em
Técnica Vocal, que ocorre entre os meses de março e julho. A atividade abordará exercícios de técnica vocal e canções escolhidas pelo grupo, além de visar ao relaxamento e à empostação de suas vozes.

As aulas ocorrerão às segundas-feiras, das 19h30min às 21h, no período de 26 de março a 9 de julho. O investimento é de três parcelas de R$ 102,00. Alunos da Univates recebem 10% de desconto.

Inscrições podem ser efetuadas, até o dia 22 de março, na Secretaria de Extensão e Pós-Graduação, sala 110 do Prédio 1, ou pelo site www.univates.br/cursosdeextensao. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3714-7011 ou pelo e-mail propex@univates.br.

Texto: Tuane Eggers

Univates promove seminário sobre pós-graduação em Roraima
Univates promove seminário sobre pós-graduação em Roraima

Univates promove seminário sobre pós-graduação em Roraima

Nos dias 7 e 8 de maio, a Univates promoverá o II Seminário Roraimense sobre Pós-Graduação Strictu Sensu, neste ano intitulado "Mestrado e Doutorado: A Univates e suas possibilidades", que ocorrerá no Instituto Federal de Roraima, no município de Boa Vista. A atividade busca motivar e promover a procura de mestrandos da região norte pelos cursos de mestrado e doutorado da Univates.

Na ocasião, serão abordados assuntos como "Instituto Federal de Roraima: realidade e perspectiva", "Univates e o contexto loco-regional, nacional e internacional" e "Objetivos dos programas de Pós-Graduação da Instituição de Ensino Superior Univates". Os professores que participarão da atividade serão os doutores Edson Roberto Oaigen, Maria Madalena Dullius e Silvana Neumann Martins.

Conforme o professor Oaigen, que já foi consultor educacional da rede pública de Roraima, a recepção dos alunos tem sido boa. Cerca de 30 alunos da região norte do país já procuraram os cursos de mestrado da Univates. "Eles gostam da estrutura da instituição, da qualidade dos cursos e do relacionamento humano que existe aqui, então divulgam para seus conhecidos", explica.

Durante o primeiro dia do evento, serão realizadas as atividades relacionadas ao tema proposto, como palestras e mesas-redondas. Já no segundo dia, os professores estarão dispostos a atender todos os interessados em saber mais sobre a Univates. Em 2010, a Instituição promoveu a primeira edição do evento, que contou com a presença do pró-reitor de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação da Univates, Claus Haetinger.

Mais informações podem ser obtidas na Secretaria de Pós-Graduação da Univates, pelo telefone (51) 3714-7000, ramal 5354, ou pelo e-mail
mestrado@univates.br.

Texto: Tuane Eggers
Ciências Biológicas realiza primeiro encontro com alunos
Ciências Biológicas realiza primeiro encontro com alunos

Ciências Biológicas realiza primeiro encontro com alunos

Alunos de
Ciências Biológicas da Univates, licenciatura e bacharelado, estiveram reunidos no primeiro encontro do curso, ocorrido na noite desta quinta-feira, dia 15 de março, no auditório do Prédio 7.

Além da apresentação de alguns professores do curso, houve a palestra "Áreas de atuação do biólogo e Educação Ambiental", ministrada pelas professoras Claudete Rempel e Rosângela Uhrig Salvatori. No início da palestra, Rosângela, explicou que a cor do curso é azul, pois representa o planeta. Abordou, ainda, o histórico da profissão e sua validade. "O exercício da profissão somente é válido a partir do momento que é realizado o registro junto ao Conselho Regional de Biologia (CRBio). Após formado, é importante que o aluno faça seu registro". Também destacou que, entre outras atividades, o profissional formula e elabora estudos e projetos de pesquisa e aplica-os nos vários setores da biologia".

As aulas do 3º semestre do Curso de Ciências Biológicas - licenciatura Siliany Lucca e Gisele Becker explicam que escolheram o curso por ser desafiador. "Como já atuamos como professoras de turmas de 1ª a 4ª série do Ensino Fundamental, pretendermos continuar nessa carreira. O curso é envolvente, pois a todo momento estamos aprendendo e pesquisando. Um bom profissional deve estar sempre se atualizando. Encaramos como um desafio", destacam.

Texto: Ana Paula Vieira Labres

Novo conjunto arquitetônico recebe o nome de Centro Cultural Univates
Novo conjunto arquitetônico recebe o nome de Centro Cultural Univates

Novo conjunto arquitetônico recebe o nome de Centro Cultural Univates

A Univates divulgou na tarde desta quinta-feira, dia 15, o resultado do concurso cultural para escolha do nome do conjunto arquitetônico que agrega Biblioteca e Teatro, lançado no mês passado. O concurso contou com a participação de alunos dos cursos de graduação, técnicos e sequenciais, professores e funcionários. A vencedora foi a aluna do 7o semestre do Curso de Administração de Empresas Kasiana Vittorazzi, 23 anos, de Progresso, com a sugestão "Centro Cultural Univates", postada no site do concurso dia 23 de fevereiro. A Comissão de Seleção explica que houve outra indicação idêntica de nome, mas, conforme o edital do Concurso, vale a primeira sugestão registrada. Como premiação, a aluna receberá, neste semestre, uma disciplina de 60 horas do seu curso.

Segundo a acadêmica, sua decisão em participar ocorreu no momento em que visualizou o projeto. "Fiquei impressionada com a belíssima estrutura, que abriga biblioteca, teatro e área de lazer. Pra mim, tudo isso é cultura. Então, elaborei o nome Centro Cultural Univates", destaca.

Kasiana considera importante a forma democrática de escolha do nome. "Assim, a Univates também desperta a criatividade e incentiva a participação dos alunos, já que existe uma premiação muito boa. Além disso, deixarei a minha marca na história da Instituição", completa.

O Centro Cultural Univates contará com cerca de 10.000m² de área construída e abrigará o novo prédio da Biblioteca, teatro para 1.200 pessoas, salas especiais e área de lazer.

Texto: Ana Paula Viera Labres