Diplomados Destaque

28 Agosto de 2017

Daniela Maria Weber - diplomada em História

Diante do atual cenário dos servidores públicos no Brasil, muitas pessoas acabam se desanimando e deixando de lado seu sonho de lecionar e exercer a profissão tão admirada que é ser professor. Mesmo assim, há quem acredite que vale a pena investir em um curso de licenciatura e buscar novos caminhos para colocar em prática o amor pelo ensino. Quem prova isso é a Daniela Maria Weber, licenciada em História pela Univates que atua nas redes pública e privada de ensino de Lajeado.

Professora concursada no município, a diplomada leciona História para estudantes do oitavo ano e Ciências Humanas para alunos da Educação de Jovens e Adultos na Escola Municipal de Ensino Fundamental Francisco Oscar Karnal, onde também é professora supervisora do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência do curso de História (Pibid/História). No Colégio Evangélico Alberto Torres Daniela trabalha a disciplina de Estudos Geográficos e Históricos com as quintas séries, História e Geografia com turmas de sexta série e História com as oitavas séries.

Desde pequena Daniela já se imaginava sendo professora, mas foi durante o ensino médio que ela teve certeza da profissão que iria seguir. “Fui muito incentivada e motivada pelos meus professores, tanto que estava em dúvida entre duas áreas, a História e a Física. Acabei optando pela História e foi uma feliz escolha”, lembra.

Ser professora e amar a profissão foram fatores que motivaram a diplomada a seguir com os estudos. Além de licenciada, Daniela é mestra em Ensino pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino da Instituição, no qual foi contemplada com bolsa-taxa do Programa de Suporte à Pós-Graduação de Instituições de Ensino Particulares (Prosup) - incentivo que custeia as taxas do curso.

Conforme a diplomada, a escolha pelo mestrado aconteceu quando o curso foi lançado pela Univates, momento em que ela estava fazendo um curso de formação continuada e se sentiu motivada a continuar estudando. Em 2014 Daniela conseguiu aprovação no processo seletivo para ingressar no programa. “A bolsa veio durante o semestre e foi ofertada aos matriculados no mestrado por ordem de classificação”, recorda.

Sobre o incentivo que recebeu, ela conta que, naquele momento, havia opção de escolha entre a bolsa Prosup-Capes e a bolsa-taxa Prosup. “Eu optei pela segunda, pois poderia continuar trabalhando. A bolsa exige responsabilidades, como estar envolvida no projeto de pesquisa do orientador, cumprir uma carga horária anual de pesquisa na Universidade, além do envio de artigos para publicação em revistas com Qualis na área”, explica.

Para Daniela, a motivação para lecionar está, principalmente, na possibilidade de se encontrar com pessoas. Ela reconhece que a profissão tem suas dificuldades assim como todas as outras, mas aposta nos prazeres que lhe proporciona e destaca a importância das relações com colegas e superiores e, sem dúvida, com os estudantes. “Se não houver alegrias nesse trabalho, não existe motivação”, afirma.

Quanto aos desafios da profissão, Daniela salienta que, além das tarefas relacionadas a ensinar e aprender, cabem muitas outras aos professores. “Ainda temos que caminhar muito como sociedade para dar conta de demandas que hoje acabam aparecendo para a escola. Temos déficits na educação brasileira justamente porque os governos não fazem o que deveriam fazer em outras áreas, como saúde, saneamento básico e segurança, o que acaba sobrecarregando o sistema escolar, seja para as equipes diretivas, pedagógicas ou de professores”, complementa.

A diplomada acredita que se formar professor é apenas o começo da trajetória, pois o profissional precisa estar em constante formação. Mais do que acreditar, ela coloca isso na prática, buscando aperfeiçoamento por meio dos estudos. “O doutorado é uma possibilidade”, planeja ela.

Aos estudantes de licenciatura, Daniela aconselha: “as leituras não terminam com o fim das disciplinas e aí está um dos pontos interessantes da nossa área. Durante a graduação, simulem estratégias de ensino, problematizem a didática das aulas. A sala de aula contemporânea espera professores que inovem, que surpreendam, e na História temos diversas possibilidades para isso”.

Licenciaturas na Instituição

A Univates oferece cinco opções de licenciatura: Ciências Biológicas, Educação Física, História, Letras e Pedagogia. O Vestibular de Verão é o próximo processo seletivo e já tem data marcada: dia 26 de novembro. Há também outras formas de ingresso, como portador de diploma, transferência interna e externa. Confira mais informações sobre os cursos clicando aqui.

Texto: Bruna Lais Alves

Clique para ampliar


ENVIE A SUA HISTÓRIA