Indicadores de Desempenho Social

Balanço Social

2016

Recursos Humanos

O desempenho de uma instituição depende fortemente da contribuição das pessoas que a compõem e da forma como elas estão organizadas, estimuladas e capacitadas. Ciente disso, o Centro Universitário UNIVATES empenha-se em contratar professores e funcionários capacitados.

Também mantém formalizada a relação de trabalho com seus funcionários por meio do Plano de Pessoal Docente e do Plano de Pessoal Técnico-Administrativo.

A Univates encerrou o ano de 2016 com 579 funcionários técnico-administrativos, 496 professores, 57 estagiários e 171 bolsistas.

Ao não fazer distinção entre sexo, raça, religião ou qualquer outra forma de diversidade e manifestação, a Univates prática a igualdade em suas políticas salariais, de admissão e de promoção.

Colaboradores por gênero

2015

Feminino
53,5%
Masculino
46,5%

2016

Feminino
54,10%
Masculino
45,90%

Colaboradores por faixa etária

Cargos de gestão

2015

51,7%
Mulheres
48,3%
Homens

2016

50,47%
Mulheres
49,53%
Homens

Colaboradores por nível hierárquico

Nível Homens Mulheres Total
Diretoria 3 3 6
Gerência 12 13 25
Chefia/Coordenação 37 37 74
Operacional 442 528 970
* Considera-se: de Diretoria os cargos de reitor, vice-reitor e pró-reitores; de Gerência os cargos de diretores de Centro, vice-diretores de Centro e gerentes técnico-administrativos; e de Chefia/Coordenação os cargos de coordenadores de curso e coordenadores técnico-administrativos.

Benefícios

Plano de saúde

Convênios firmados com empresas permitem aos funcionários realizarem acompanhamento de saúde, odontológico ou psicológico com valores diferenciados.

Plano de saúde

Por meio de contrato com uma prestadora de serviços de saúde, são disponibilizados aos funcionários e dependentes duas modalidades de planos de saúde com cobertura nacional. O funcionário opta pelo plano mais benéfico para si e seus dependentes.

Beneficiados*

2015
784
2016
836

* Entre funcionários, professores e dependentes.

Plano odontológico

A Univates mantém contrato com uma prestadora de serviços odontológicos. O plano tem abrangência nacional, sem período de carência, mas com prazo de permanência de 12 meses.

Beneficiados*

2015
501
2016
466

* Entre funcionários, professores e dependentes.

Plano Núcleo de Saúde

Convênio firmado com uma empresa que permite aos funcionários e professores realizarem acompanhamento psicológico com valores diferenciados, além de terem acesso a serviços de fonoaudiologia, nutrição e psicopedagógico.

602 atendimentos a funcionários/docentes

40 funcionários/professores atendidos

Plano de Previdência privada

A fim de garantir mais segurança e qualidade de vida para seus colaboradores e sua família, a Univates mantém um plano de previdência privada para seus funcionários e professores. Com o objetivo de proporcionar renda complementar ao benefício pago pela Previdência Social Oficial, o plano abrange duas partes: a parte geral, sem custo para o beneficiário, para cobertura por morte e invalidez; e a parte opcional, em que o funcionário contribui com no mínimo 2% do salário para fins de complementação da aposentadoria. O valor da contribuição opcional pode ser resgatado em caso de perda do vínculo com a Instituição.

Investimentos

2015
R$ 1.607.579,00
2016
R$ 1.851.576,12

Alimentação

Por meio de convênio com a Associação dos Funcionários da Fuvates (Affes), é concedido para colaboradores da Univates um valor diário para utilizar com refeições nos estabelecimentos da Instituição conveniados ao programa.

Beneficiados

2015
422
2016
606

Incentivo à Cultura

Por meio do programa Incentivando a Cultura, em eventos culturais promovidos pela Univates em seu Centro Cultural é oferecido aos colaboradores subsídio de 50% no valor do ingresso. Em 2016, 402 funcionários/professores utilizaram o benefício para 14 espetáculos.

Intersetores

Em 2016 foram realizadas duas edições do Intersetores - 12ª e 13ª edições -, um evento que promove a integração entre os funcionários da Instituição por meio do esporte. No total, 190 funcionários participaram desta iniciativa neste ano.

Comemoração com aniversariantes

O Happy Hour dos Aniversariantes tem como objetivo valorizar os aniversários comemorando-os de maneira conjunta e aproximando os colaboradores da Reitoria.

Em 2016 foram realizados 11 encontros, que contaram com a participação de 450 pessoas.

Licença não remunerada

Visando à qualificação e experiência intercultural do quadro de pessoal, a Univates permite que professores e funcionários obtenham licença não remunerada para realizar intercâmbio ou cursos de formação no exterior.

Em 2016 12 pessoas usufruíram do benefício.

Licença-maternidade estendida

As funcionárias e professoras da Univates têm oportunidade de abonar um turno de trabalho até que seu filho complete seis meses de idade. Em 2016 foram 20 funcionárias/professoras beneficiadas.

Licença sabática

A licença sabática consiste no afastamento remunerado do docente para a realização de cursos de atualização ou estágio de pesquisa, garantido o efetivo retorno aos serviços ao término do período. No ano de 2016 foram solicitadas e concedidas duas licenças sabáticas.

Jubilares

O jantar dos Jubilares, realizado anualmente pela Univates, reuniu 37 homenageados que completaram 15, 20, 25 e 30 anos de trabalho dedicados à Instituição em 2016. O evento foi realizado no início de dezembro e contou com a participação dos familiares dos homenageados.

Jubilados

Aqueles que se aposentam na Instituição cumprindo com mais de 20 anos de trabalho, ininterruptos ou não, conservam benefícios iguais aos que já possuíam enquanto tinham vínculo empregatício, como: utilização da Biblioteca, desconto nos eventos do Centro Cultural e nas atividades físicas, entre outros. Em 2016, cinco pessoas se aposentaram, sendo três professores e dois funcionários.

Além disso, como forma de aproximar e integrar os aposentados da Univates, são realizados encontros mensais com esse grupo, aproveitando também a experiência de vida deles para auxiliar e contribuir para o desenvolvimento da Instituição. Ao longo de 2016, realizaram-se 10 encontros.

Capacitação e Desenvolvimento Profissional

As necessidades de treinamento do corpo técnico-administrativo são diagnosticadas anualmente pelas coordenações dos setores em consenso com os colaboradores, tomando como base a Avaliação de Desempenho, as necessidades do setor e as diretrizes do Planejamento Estratégico.
Em 2016, 1.502 pessoas participaram de treinamentos na Instituição, totalizando 1.775 horas de capacitação.

Média de 12,05 horas de treinamento por funcionário em 2016

Escola de Atendimento

No ano de 2015, foi implementada a Escola de Atendimento, com capacitação específica para todos os funcionários que trabalham na área de atendimento ao público.
Em 2016, a Escola de Atendimento concluiu o ano com 13 turmas realizadas e 250 funcionários participantes. Todos os setores de atendimento da Instituição foram envolvidos.

Titulação do corpo técnico-administrativo
Titulação do corpo docente

Observação: professores com graduação correspondem a professores de cursos técnicos e de educação continuada (idiomas).

Já a qualificação docente é realizada pelo Núcleo de Apoio Pedagógico (NAP), por meio do Programa Institucional de Qualificação Docente, caracterizado como um espaço privilegiado no qual a troca de experiências, a reflexão, o estudo e a discussão coletiva são aspectos importantes para o crescimento profissional e pessoal e para a transformação da prática docente. Durante o ano de 2016, houve 1.014 participações de docentes no Programa, por meio do qual foram oferecidos 45 oficinas, duas palestras e 20 fóruns de discussão.

Ainda, o NAP presta atendimento individual ou em grupo aos docentes, para orientações nas questões didático-pedagógicas ou para questões específicas com estudantes. Também presta atendimento aos docentes que ministram aula aos discentes com deficiência e/ou com dificuldades de aprendizagem. No ano de 2016, foram realizados 115 atendimentos a docentes.

O setor de Recursos Humanos da Univates conduz as integrações de funcionários novos com o objetivo de adaptá-los às rotinas e aos regulamentos da Instituição, além de serem realizadas visitas guiadas pela Univates.

Em 2016 foram oferecidos cinco programas de funcionários novos, envolvendo 72 pessoas. Também foram ofertados dois programas para professores novos, que totalizaram 50 professores participantes.

Além das capacitações, a Univates oferece diversos meios para incentivar a educação de seus funcionários e dependentes, dentre os quais se destaca o desconto na mensalidade em cursos técnicos, de graduação, pós-graduação lato sensu e de educação continuada. Em 2016 foram 545 beneficiados, entre funcionários técnico-administrativos, docentes e dependentes, com descontos em cursos ofertados pela Univates, totalizando R$ 4.818.968,17 em investimentos.

O professor é o personagem principal para que a Instituição cumpra sua missão: é ele quem gerará e difundirá o conhecimento aos estudantes. Pensando nisso, a Univates mantém investimentos constantes em qualificação docente, concedendo benefícios em cursos de mestrado e doutorado da Univates e outras instituições de ensino superior. Em 2016, 11 professores e quatro funcionários foram beneficiados, representando investimento de R$ 30.743,84 em bolsas de mestrado ou doutorado.

O investimento em desenvolvimento faz com que a Univates conte com um quadro de profissionais extremamente qualificado e capacitado, tanto na área administrativa como na área acadêmica.

Ainda, pensando na geração e difusão do conhecimento, seguem dados a respeito de publicações dos docentes da Univates no ano de 2016:

Tipo de publicação Quantidade
Artigos completos publicados em periódicos 470
Livros publicados ou capítulos de livros 109
Textos em jornais ou revistas 38
Trabalhos completos publicados em anais 127
Resumos publicados em anais de eventos 389

Programa de inclusão

No ano de 2015, o tema inclusão passou a ser um dos objetivos do planejamento estratégico da Instituição que se desdobra em várias ações.

As discussões sobre o tema foram realizadas em diferentes espaços, dentre os quais se destaca a comissão de inclusão “Gente Diferente”.

Em 2016 a Instituição contou com 47 funcionários portadores de deficiência (PCDs), atuando em diversos setores. Melhorias foram feitas na estrutura para oferecer condições adequadas de trabalho. Os funcionários PCDs receberam, quando necessário, acompanhamento do setor de Recursos Humanos, realizado por meio de conversas individuais com gestores ou de reuniões com familiares.

Com o intuito de disseminar o tema inclusão, foram realizadas diversas atividades, como: oficina para gestores das áreas técnico-administrativas, seminário para o público interno da Instituição e palestra na Semana Interna de Prevenção de Acidentes. O assunto passou a fazer parte também dos programas de integração para novos colaboradores.

Saúde e segurança

Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do trabalho (Sesmt)

O Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (Sesmt) trabalha com ações preventivas e educativas de saúde, a fim de proteger a integridade física, mental e moral dos trabalhadores da Instituição.
Dentre os programas desenvolvidos pelo Sesmt no ano de 2016 estão:
- Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA);
- Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO);
- Programa de Proteção Respiratória (PPR);
- Programa de Prevenção Contra Incêndios (PPCI);
- Programa de Controle a Serviços de Terceiros;
- Programa de Controle de Trabalhos em Altura;
- Programa de Controle de Trabalho com Eletricidade.

Brigada de Emergência

É um grupo de funcionários voluntários capacitado para agir de forma prática em situações emergenciais e na prevenção e no combate de incêndio. Na Univates, houve a atuação de 197 brigadistas em 58 eventos realizados em 2016.

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Cipa)

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Cipa) tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo a tornar compatível permanentemente o trabalho com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador.

As ações e os procedimentos multidisciplinares realizados pela Instituição com o apoio da Cipa incluem treinamentos, inspeção nos ambientes de trabalho, assim como atividades voltadas para a prevenção de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho.

Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat)

Com recorde de público, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat) do ano de 2016 teve como tema "Ambiente, Corpo e Mente". A semana contou com diversas atividades, todas elas pensadas e relacionadas ao tema e também à segurança do trabalho em si.

226 pessoas participaram de atividades ligadas à Cipa que ocorreram durante a Sipat

Cuidado em Saúde do Trabalhador da Univates

O projeto institucional “Cuidado em Saúde do Trabalhador da Univates” foi instituído, em 2015, para zelar pela saúde do trabalhador e pelas boas condições nos ambientes de trabalho. São desenvolvidas atividades de ginástica laboral, observação dos ambientes de trabalho, acessibilidade, avaliação e adaptação dos postos de trabalho, entre outras. Em 2016, nessas atividades, foram realizados 3.400 atendimentos a funcionários da Instituição.

Alunos, futuros alunos e diplomados

Alunos

A Univates procura disponibilizar aos seus alunos não apenas a melhor infraestrutura e o melhor ensino, mas também ações de acolhimento, de aprendizagem e de acessibilidade, buscando garantir o acesso e a permanência dos estudantes no Ensino Superior.

Em 2016, a Univates atendeu mais de 15 mil alunos nos mais diversos níveis.

Graduação / sequencial

2015
8.739
2016
8.319

Especialização

2015
362
2016
517

Mestrado

2015
106
2016
93

Doutorado

2015
36
2016
51

Técnico

2015
1.295
2016
1.412

Educação continuada

2015
4.496
2016
4.956

Acolhida/recepção aos alunos

A Comissão de Acolhida é responsável por organizar as atividades de recepção e boas-vindas aos alunos ingressantes da Univates e à comunidade acadêmica em geral, contando com a colaboração de pessoas de diversos setores da Univates e de alguns coordenadores de curso e diretores de Centro. Dentre as ações realizadas, cita-se um evento, denominado “Primeiro Encontro”, realizado com os alunos ingressantes de cursos de graduação, sequencial e técnicos.

Subsídios econômicos e financeiros

A Univates tem ciência de que não basta apenas ofertar acesso ao ensino, mas é preciso também disponibilizar alternativas que mantenham o aluno em sala de aula até a conclusão do seu curso. Para isso, oferece opções de financiamento e bolsas, sejam elas próprias ou de programas governamentais/conveniados, bem como descontos aos alunos. Algumas dessas opções de financiamento, bolsas e descontos podem ser conferidas neste documento.

Saiba mais: www.univates.br/financiamentos

Programas conveniados

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é um programa do governo federal destinado a estudantes regularmente matriculados em cursos de graduação avaliados positivamente nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação (MEC). A contratação ou o aditamento do Fies estão condicionados às normas do programa, estabelecidas pelo MEC ou pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo governo federal com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. Em 2016, por meio desse programa, alunos foram beneficiados com bolsa integral de estudos. 

O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) foi lançado pelo MEC e visa a incentivar e valorizar o magistério, bem como aprimorar o processo de formação de docentes para a Educação Básica. No programa, os alunos de cursos de licenciatura (o Pibid Univates, em 2016, contou com a participação de seis cursos de licenciatura) realizam atividades em escolas parceiras da rede pública, participando de experiências metodológicas, tecnológicas e práticas docentes. Acreditando que a Univates tem papel fundamental na formação docente, a Instituição aderiu ao Pibid e, em 2016, contou com a participação de 12 escolas da região e o apoio de oito coordenadores de área e 13 supervisores de escola.
Saiba mais: www.univates.br/pibid

Como alternativa de financiamento para os alunos de Medicina, em 2016, a Univates fechou um convênio com a Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Médicos do Rio Grande do Sul (Unicred) do Vale do Taquari, Rio Pardo e Produção (Unicred VTRPP).

A Univates e o Bradesco, em 2016, fecharam parceria de financiamento para alunos, proporcionando mais uma alternativa de financiamento aos acadêmicos dos cursos de graduação da Instituição.

Programas conveniados 2016
Número de beneficiados Valor investido
Fies 2.769 R$ 43.276.532,60¹
Pibid 228 R$ 444.800,00²
Pronatec 75 R$ 43.810,41¹

1 Valor subsidiado pelo governo federal.
2 Valor subsidiado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Programas próprios

O Programa de Crédito Rotativo (PCR), programa de financiamento estudantil próprio, foi substituído, em 2015, pelo CrediVates, atendendo apenas os alunos já constantes no programa.

A Univates concede descontos nas mensalidades de alunos membros do mesmo grupo familiar matriculados nos cursos de graduação, sequencial e técnicos. É concedido desconto de 10% do valor da mensalidade para o primeiro e para o segundo membros da família matriculados e, quando houver três ou mais membros, é concedido desconto de 15% para cada um deles.

O CrediVates, instituído em 2016, é um financiamento da Univates que permite o adiamento do pagamento de parte das semestralidades, no máximo 50%, contratadas pelos alunos dos cursos de graduação e técnicos para depois da conclusão do curso.

O Fundo de Apoio ao Estudante (FAE) constitui-se de recursos financeiros internos reservados à concessão de ajuda de custo ou auxílio aos alunos dos cursos de graduação, técnicos e sequencial da Univates em caso de perda de emprego do aluno ou de seu responsável financeiro; óbito do responsável financeiro, do cônjuge, do pai ou da mãe, quando estes dois últimos integrarem o grupo familiar; despesas de remoção médica do aluno que sofrer acidente ou mal súbito nas dependências da Univates ou nas atividades acadêmicas curriculares obrigatórias fora das dependências da Instituição; e despesas médico-hospitalares decorrentes dessa remoção médica efetuadas em ambulatórios ou hospitais.

Por meio do Conexão Univates - programa de relacionamento com os diplomados da Instituição - são oferecidos diversos incentivos a esse público, como:
Desconto em Cursos de Graduação - cursando a segunda graduação, o diplomado recebe desconto que pode chegar a até 50% nas mensalidades;
Desconto em Cursos de Pós-Graduação - diplomados em cursos de Graduação da Univates recebem 10% de desconto em cursos de Pós-Graduação lato sensu;
Desconto em Cursos de Educação Continuada - diplomados em cursos de Graduação e Sequenciais da Univates recebem 10% de desconto em cursos de educação continuada;
Desconto no Univates Idiomas - desconto em cursos de Alemão, Espanhol, Francês, Inglês, Italiano e Libras. A porcentagem é de 15% em aulas realizadas de segunda a quinta-feira e de 20% para aulas que ocorrem em sextas e sábados. Há, ainda, valor diferenciado no inglês EAD por meio do Voxy;
TecBônus - diplomados de curso técnico recebem, no dia da formatura, o Tecbônus. O incentivo permite que eles cursem uma disciplina gratuita da graduação (exceto de Odontologia e Medicina);
Desconto em Cursos Técnicos - diplomados em cursos de Graduação e Sequenciais recebem 5% de desconto em cursos Técnicos;
Bolsa-desconto Mestre Egresso Univates - incentivo que concede desconto de 50% no valor do doutorado para diplomados em mestrado do mesmo programa da Univates;
Desconto-prêmio Enade - o incentivo concede desconto em curso de pós-graduação lato sensu para alunos concluintes da graduação que participarem do Enade e obtiverem desempenho acima da média geral do Brasil no curso. O desconto varia de 10 a 40%, conforme a nota do formando.

Programas próprios 2016
Número de beneficiados Valor investido
PCR 5 R$ 23.829,87
CrediVates 67 R$ 558.235,46
FAE 77 R$ 117.146,69
Desconto Família 531 R$ 525.257,98
Desconto Diplomado 926 R$ 686.984,43

Parceria externa

O Incentivo Empresa permite que as empresas paguem a mensalidade dos cursos nos quais seus funcionários estão matriculados, sendo o valor correspondente pago diretamente pelo empregador à Univates. Por meio de convênio com empresas, 412 alunos foram beneficiados em 2016.

Desconto para capacitação de funcionários de empresas

A busca por bons resultados em processos, produtos e serviços tem requerido, das organizações e dos profissionais, competências para compreender teorias e apresentar soluções para problemas de ordem técnica no dia a dia das empresas. Nesse sentido, capacitações internas e externas favorecem a formação, o aperfeiçoamento e o desenvolvimento dos colaboradores. Para estimular esse desenvolvimento, a Univates passou a oferecer desconto para grupos de colaboradores de uma organização para realizar cursos de pós-graduação lato sensu e de educação continuada.

O desconto pode variar de 10% até 20%, de acordo com o número de matrículas no mesmo curso.

Empregabilidade

Com um banco de currículos on-line (Balcão de Empregos) dos acadêmicos e diplomados da Instituição, a Central de Carreiras procura intermediar sua colocação nas empresas e nas organizações que demandam profissionais qualificados, facilitando o contato entre empresários e estudantes.

7.233
empresas e organizações cadastradas

11.562
alunos e diplomados cadastrados

18.072
currículos enviados

Vagas disponibilizadas por empresas

1.664
2011
1.899
2012
2.125
2013
2.225
2014
1.477
2015
1.315
2016

No dia 13 de setembro, dentro da programação da IV Semana Acadêmica do Centro de Gestão Organizacional (CGO), foi realizada uma Feira de Profissões no Teatro Univates, com participação da Central de Carreiras e das empresas Bremil, Docile, Florestal Alimentos, Unimed e Brasil Foods. O objetivo foi aproximar os estudantes do CGO das oportunidades de trabalho, por meio da troca de contatos com representantes dos setores de Recursos Humanos das empresas participantes.

Um dos estudantes que conseguiu uma vaga graças ao Balcão de Empregos é Denis Mateus de Oliveira, estudante de Administração. Ele, que completa três anos no curso, ingressou no mercado de trabalho pelo Balcão de Empregos e atualmente trabalha como analista de almoxarifado na Fruki. “Considero o sistema muito interessante e importante aos alunos para se colocarem no mercado de trabalho, tanto que estou no meu emprego devido ao Balcão de Empregos”, declara Oliveira, lembrando que ficou sabendo do serviço por meio de conhecidos.

Educação inclusiva e apoio à aprendizagem

A Univates possui políticas pedagógicas que buscam a permanência e a formação de pessoas com deficiência ou com dificuldade de aprendizagem no Ensino Superior. As ações ocorrem desde o primeiro contato do estudante com a Univates, no momento da inscrição no vestibular, até a conclusão do curso.

Em 2016 foram oferecidas diversas ações que contribuíram para inclusão de estudantes no ambiente acadêmico, buscando minimizar ou eliminar dificuldades no processo de ensino e de aprendizagem e barreiras físicas e de comunicação.

Em 2016 havia na Univates 26 estudantes declarados com deficiência.

Inserção de imagens em conteúdos escritos e adaptações de slides foram algumas das mudanças feitas visando a facilitar o entendimento da acadêmica Andrieli Machado. De fácil sorriso, a estudante de 24 anos lembra dos motivos da escolha da graduação em Educação Física. “Quando estava no Ensino Médio, sempre era muito elogiada pelos professores devido ao meu engajamento nas aulas de Educação Física”, comenta. A acadêmica afirma que a adaptação possibilitou fazer a associação dos textos de forma mais fácil. “Tem alguns textos que são muito longos. Então eles colocaram imagens e eu consegui associar as coisas mais fácil”, comenta Andrieli, destacando que sempre teve interesse pela leitura.

Orientação psicológica

A Univates, em parceria com a Núcleo Consultoria, oferece serviço de orientação psicológica aos seus estudantes, funcionários e professores, com o objetivo de acolher e orientar as pessoas que se deparam com conflitos pessoais e profissionais. Os estudantes recebem até quatro sessões gratuitas de atendimento por semestre, servindo também como processo de triagem. Quando houver necessidade, o estudante é encaminhado para a modalidade de Psicoterapia, ocorrendo atendimentos de forma individual e com frequência semanal.

1.122 atendimentos e alunos
80 alunos atendidos

Atendimento fonoaudiológico

O serviço de atendimento fonoaudiológico visa ao aprimoramento da comunicação oral do aluno, professor e funcionário da Univates, com ênfase nos aspectos relacionados à voz e à fala, conscientizando os usuários quanto aos mecanismos de produção da voz, articulação e imagem vocal. Os atendimentos para os alunos ocorrem de forma individual e com frequência semanal, no período necessário para que sejam atingidos os objetivos definidos em conjunto com o paciente.

140 atendimentos e alunos
19 alunos atendidos

Biblioteca

A Biblioteca da Univates passou a contar, em 2016, com aplicativo para dispositivos móveis, disponível gratuitamente para os sistemas operacionais Android, iOS e Windows Phone. O app permite a qualquer pessoa que já esteve ou está vinculada à Univates ter acesso às principais informações da Biblioteca diretamente de seu smartphone.

Além disso, desde o dia 17 de abril de 2016, a Biblioteca da Univates está aberta ao público um domingo por mês, a fim de oportunizar à comunidade mais um momento de conhecer a sua estrutura, além de proporcionar mais uma alternativa para que os alunos possam realizar seus estudos.

Em 2016
64.739 títulos e 159.082 volumes (acervo bibliográfico)
410 títulos de periódicos correntes e 23.822 volumes
837 títulos de periódicos não correntes impressos e 23.683 volumes
3.459 títulos e 7.438 volumes (materiais multimídia)
270.256 empréstimos
125.895 acessos à Biblioteca
Área total da Biblioteca – 6.251,99 m²

Intercâmbio

Em 2016 foram criados dois programas visando à integração e inserção dos alunos estrangeiros em intercâmbio na Univates na comunidade acadêmica: a Welcome Week e o Padrinho Internacional.

A Welcome Week consiste na realização de diversas atividades destinadas aos estudantes intercambistas, envolvendo orientação acadêmica e atividades culturais, como oficinas, passeios etc.

Já o programa Padrinho Internacional permite a interação entre a comunidade acadêmica e os estudantes estrangeiros, proporcionando troca e enriquecimento cultural e o aprimoramento de outras línguas. Durante o programa, brasileiros recebem afilhados e ficam responsáveis pela apresentação da Univates e de Lajeado, pelo repasse de informações sobre a cultura e o modo de vida na região e pelo acompanhamento na realização de documentos e procedimentos legais de estrangeiros no Brasil.

Saiba mais: www.univates.br/dri/alunos

Mobilidade de alunos e professores na Univates:

Semestre INCOMING OUTGOING
Aluno Professor Professor estrangeiro¹ Visiting scholar² Total IN Aluno Professor Total OUT
2016A 27 0 0 0 27 38 1 39
2016B 23 0 1 3 27 47 2 49

Legenda: Incoming - vindas à IES; Outgoing - saídas da Univates para outra instituição.
¹ Professor estrangeiro é aquele que vem à Univates com visto de trabalho para atuar como docente na graduação ou pós-graduação.
² Visiting scholar caracteriza-se como o professor que vem à Univates para ministrar disciplina em caráter de estágio de docência, sob supervisão de um professor da Instituição.
Observação: são considerados nesta tabela apenas as mobilidades com período superior a 30 dias.

Futuros alunos

A equipe de Relacionamento da Univates é responsável pela comunicação com os potenciais alunos da Instituição, tendo entre suas atividades a elaboração da Feira de Cursos, a recepção a escolas de Ensino Médio e a visita a turmas que estão finalizando o Ensino Médio.

Univates Na Estrada

O programa Na Estrada possui como tarefa a visitação a turmas que estão finalizando o Ensino Médio, com o propósito de aproximar a Instituição desses alunos. Em 2016 foram visitadas 121 escolas das regiões do Vale do Taquari, Vale do Rio Pardo e Vale do Jacuí, além de outras regiões, como o Vale do Rio dos Sinos, Vale do Caí e Serra, atingindo 6.159 alunos.

A atividade de interação com esses estudantes continua após a visita, por meio de um app, enquetes, promoções e posts atualizados no Facebook, no blog Na Estrada e pelo Twitter Na Estrada, incentivando os alunos a manterem contato com a equipe da Univates.

Tour guiado pelo campus de Lajeado

Além de visitar as escolas de Ensino Médio, a Univates se preocupa em receber esses estudantes em suas dependências aproximando-os do universo acadêmico. Em 2016 foram realizados 42 tours guiados pela Univates com escolas de várias regiões do Estado, atingindo o total de 1.584 alunos.

Feira de Cursos

Para apresentar seus cursos e a estrutura do campus de Lajeado, a Univates realiza, anualmente, a Feira de Cursos Univates, que recebe estudantes de Ensino Médio e demais interessados em conhecer a Instituição.

A 15ª edição da Feira de Cursos da Univates recebeu 5.098 alunos e 356 professores, oriundos de 111 escolas de Ensino Médio de diversas regiões do Estado do Rio Grande do Sul.

Além de conhecer laboratórios e a infraestrutura dos cursos de graduação e técnicos, os participantes também puderam realizar testes vocacionais, esclarecer eventuais dúvidas com representantes de alguns setores da Univates etc.

Saiba mais: www.univates.br/naestrada/feira-de-cursos

Partiu Univates

A Univates lançou, em 2016, o aplicativo “Partiu Univates”. É um app que oferece um canal de comunicação para os estudantes que buscam ingressar na Instituição, contando com um sistema de notificação para deixar o usuário atualizado dos prazos e eventos da Univates, como o Vestibular e a Feira de Cursos.

Diplomados

Pensando em oferecer aos diplomados da Instituição um canal de relacionamento com a Univates, foi criado o programa Conexão Univates. Por meio dele, os diplomados recebem diversos incentivos nos serviços que a Instituição oferece, como em cursos de graduação, educação continuada, pós-graduação, línguas estrangeiras, segunda graduação ou curso técnico. Além disso, o programa permite o acesso a serviços e infraestrutura da Instituição e promove contato com colegas e professores.

O propósito do programa Conexão também é articular a integração dos diplomados com a comunidade acadêmica e incentivar sua participação em atividades culturais, acadêmicas, esportivas e sociais, além de pensar com carinho na sua carreira e mantê-los informados sobre os acontecimentos da Instituição e sobre o mercado de trabalho.

Saiba mais: www.univates.br/diplomados

www.facebook.com/conexao.univates

Fornecedores

Os fornecedores da Univates são selecionados de acordo com os serviços, produtos, qualidade e preços ofertados e, em muitos casos, a Instituição busca referências e indicações de outras empresas que mantêm relações com os fornecedores pretendidos.

As empresas terceirizadas com contratos de médio e longo prazo obrigam-se a manter sua regularidade de constituição, funcionamento, administrativa, trabalhista, contábil e fiscal, assim como a ter todas as autorizações, licenças ou outros documentos necessários ao cumprimento do contrato. Os contratos firmados exigem alguns documentos obrigatórios que são encaminhados com as respectivas notas fiscais. A falta de algum documento impossibilita o pagamento dos serviços até que a situação seja regularizada. Em 2017 a Univates pretende aprovar o Código de Conduta de Compras.

2.379 fornecedores atenderam às demandas da Univates em 2016.

“A Univates nos proporcionou crescimento em todos os sentidos, operacional e como empresa. É uma Instituição muito transparente em suas relações e cobra esta transparência de seus fornecedores, fazendo com que demonstremos mensalmente nossos recolhimentos legais, principalmente relacionados às questões trabalhistas. Somos parceiros da Univates há mais de 10 anos. É uma honra para a Star Service ter entrado no Vale do Taquari e Vale do Rio Pardo pelas portas da Univates, um ótimo cliente”. Walter Humberto Rodrigues de Azambuja Diretor e sócio-proprietário da Star Service, empresa que presta serviços de telefonia, portaria, limpeza e jardinagem.

Comunidade

Esporte

Escolas esportivas

O projeto de extensão “Escolas Esportivas da Univates” busca oferecer atividades esportivas gratuitas para crianças e adolescentes, dos oito aos 17 anos, no turno inverso ao escolar, com periodicidade semanal. Em 2016 633 crianças e adolescentes de 18 escolas dos municípios de Arroio do Meio, Estrela, Lajeado e Santa Clara do Sul foram beneficiadas.

Em Arroio do Meio, Estrela e Santa Clara do Sul as atividades aconteceram semanalmente durante todo o ano nos núcleos dos municípios. Já em Lajeado foi realizado, no mês de setembro, no Complexo Esportivo da Univates, o evento “Vivências Olímpicas”, direcionado aos alunos da rede escolar municipal. Além disso, o projeto esteve presente na SantaFlor - Feira das Flores, no município de Santa Clara do Sul, que contou com a participação de cerca de 250 pessoas da comunidade, dentre elas crianças participantes do projeto, além do convidado especial Gustavo Endres, ex-jogador da Seleção Brasileira de Voleibol e campeão Olímpico.

No total, em 2016, o projeto de extensão “Escolas Esportivas Univates” atendeu 883 pessoas e realizou 2.423 atendimentos, sendo investidos R$ 38.178,00.

Jogos escolares

Com o objetivo de oportunizar um espaço de competições desportivas para as escolas de Ensino Médio das regiões dos Vales do Taquari, Rio Pardo e Serra Gaúcha, a Univates realizou a 10ª edição dos Jogos Escolares do Ensino Médio (Joguem), proporcionando às escolas um momento de integração entre alunos e professores por meio do desporto e, com isso, promover a educação, a integração e a socialização.

As modalidades disputadas foram voleibol, basquetebol, ginástica de trampolim, handebol, futebol e atletismo.

Em 2016
900 alunos beneficiados
24 escolas participantes
Basquete

O Clube Atlético Ubirajá (Bira) realiza diversas atividades relacionadas ao basquete na cidade de Lajeado. Em 2016 o trabalho do Bira contemplou três diferentes núcleos para o desenvolvimento do basquete: escolinhas de basquete; projeto social do Bira em parceria com a Prefeitura de Lajeado; e equipes de competição. Com a parceria e o investimento de R$ 22.000,00 da Univates, cerca de 326 crianças e jovens da região do Vale do Taquari foram beneficiados com as atividades do Clube em 2016.

Voleibol

Em 2016 a Univates manteve a parceria com a Associação Vale do Taquari de Esportes (Avates) apoiando atividades desenvolvidas pela Associação, como: projetos sociais, escolinhas de iniciação esportiva e equipes de competição de base. Foram envolvidos 75 atletas nas categorias de base, que disputaram campeonatos de voleibol. Já no projeto social da Prefeitura de Estrela estiveram reunidas em torno de 335 crianças.

R$ 25.920,00 investidos pela Univates
Futebol de salão

A Instituição busca, por meio de parceria com a Associação Lajeado de Futsal (Alaf), contribuir para o desenvolvimento do esporte na região. Em 2016, ano em que a equipe disputou pela segunda vez a Liga Nacional de Futsal e jogou o campeonato gaúcho, a parceria foi renovada, permitindo que a Alaf continuasse a utilizar os espaços da Instituição para disputas de jogos e treinamentos, como a quadra de futsal, a academia do Complexo Esportivo e a pista atlética do Estádio Olímpico.

Ginástica

Com o objetivo de formar novos atletas em diversas modalidades, a Univates mantém, desde 2008, uma equipe de ginástica com atletas vindos das categorias de base. Em 2016 a equipe de Ginástica contava com 14 atletas.

A Federação de Ginástica do Rio Grande do Sul realizou, no mês de dezembro, a entrega da premiação para os melhores de 2016. Na oportunidade foram homenageados atletas e entidades que se destacaram na modalidade durante o ano. Além de ser reconhecida como melhor entidade do ano na ginástica de trampolim, a equipe da Univates também levou sete dos doze troféus de eficiência. A chancela de atleta destaque (aquele que mais pontua durante o ano) e a de treinador destaque também vieram para Lajeado.

  • Campeonato Brasileiro:
    - campeão brasileiro no aparelho Trampolim Sincronizado na categoria infantil masculino;
    - 3º colocado no aparelho Duplo Minitrampolim na categoria infantil masculino;
    - 3º colocado no aparelho Trampolim Sincronizado na categoria adulto feminino.
  • Campeonatos estaduais:
    Campeões estaduais no aparelho Trampolim nas seguintes categorias:
    - adulto masculino;
    - adulto feminino;
    - infantil masculino;
    - infantil feminino;
    - pré-infantil feminino.
  • Campeões estaduais no aparelho Duplo Minitrampolim nas seguintes categorias:
    - adulto feminino;
    - infantil masculino;
    - infantil feminino.
  • Campeões estaduais no aparelho Tumbling nas seguintes categorias:
    - infantil masculino;
    - infantil feminino;
    - pré-infantil feminino.
Atletismo

No mês de maio de 2016, a Univates iniciou parceria com a Associação de Atletismo dos Vales (AAVA) cedendo, de forma gratuita, a pista de atletismo do Estádio Olímpico para treinamentos dos atletas. Foram beneficiadas 32 crianças/adolescentes com idade de nove a 17 anos.

Além disso, professores, alunos, funcionários e usuários do programa Univates & Você (comunidade em geral) podem utilizar a pista atlética da Instituição. Em 2016 foram registrados 3.000 acessos à pista atlética.

Copa Univates/DCE

A Copa Univates/DCE busca proporcionar momentos de lazer e integração entre alunos e professores da Univates. A nona edição do evento ocorreu de maio a dezembro de 2016, envolvendo 1.200 atletas, que disputaram as modalidades de futebol, atletismo, basquetebol, voleibol misto, futsal e handebol.

Jogos Paralímpicos

Em atividades propostas pelo curso de Educação Física, bacharelado, o coordenador da Seleção Brasileira de Tênis de Mesa nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, Luciano Possamai, esteve na Univates no dia 9 de novembro de 2016. Durante a atividade foram arrecadados alimentos não perecíveis, posteriormente doados para um projeto de paradesporto que Luciano Possamai coordena em Bento Gonçalves, RS.

Passeio Ciclístico

A Univates patrocinou o tradicional Passeio Ciclístico da Páscoa, que ocorreu no domingo, dia 10 de abril. Promovido pelo jornal O Informativo do Vale e pela Prefeitura de Lajeado, o evento vem para desafiar a comunidade a realizar uma atividade física e, ao mesmo tempo, praticar a solidariedade. As inscrições foram feitas mediante entrega de um quilo de alimento não perecível, que foi doado para entidades carentes do município. Durante o evento, a Instituição disponibilizou bicicletas do Bicivates para a comunidade utilizar, distribuiu brindes e realizou sorteios de kits esportivos.

Saúde

Centro Clínico Univates

Francisco Imhoff chegou ao Ambulatório de Especialidades do Centro Clínico da Univates para consulta com um hematologista. “Quando fiz a marcação, disseram-me que a previsão de espera era de dois anos, mas fui surpreendido com uma ligação de que seria atendido em Lajeado seis meses depois da consulta na UBS”, afirmou ele, que é morador de Lajeado. “Não esperava que a Univates tivesse um espaço assim e, com certeza, foi um passo muito importante para Lajeado”, analisou ele, que comemorou o fato de não precisar acordar tão cedo e enfrentar deslocamento para ter acesso à consulta.

O Centro Clínico Univates, inaugurado em 2016, é um espaço de integração entre o ensino, o serviço e a comunidade e desenvolve ações de promoção e proteção da saúde, prevenção de agravos, diagnóstico, tratamento, reabilitação, redução de danos e manutenção da saúde, com o objetivo de desenvolver atenção integral.

O atendimento das demandas locorregionais ocorre por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Rio Taquari (Consisa), atuando de forma integrada com a atenção primária e com as instâncias terciárias de atenção à saúde com o objetivo de ampliar a resolutividade do sistema de referência e contrarreferência.

O Centro Clínico Univates reúne os seguintes serviços prestados pela Univates à comunidade regional:

Inaugurado em março de 2016, está sendo implantado de acordo com o avanço da grade curricular do curso de Medicina da Univates e contou, até o final do ano, com oito especialidades médicas: cardiologia, hematologia, pneumologia, gastroenterologia, nefrologia, endocrinologia, pediatria e ginecologia/obstetrícia. Para servir de apoio ao diagnóstico, iniciaram-se os serviços de ecografia, endoscopia digestiva, radiologia, eletrocardiografia, espirometria, holter e monitorização ambulatorial da pressão arterial (Mapa).

Na rede de referência e contrarreferência que compõem o sistema público de atenção à saúde, os serviços ambulatoriais especializados desempenham papel de fundamental importância, tanto no apoio às ações desenvolvidas pelas unidades de atenção básica em saúde quanto na diminuição da necessidade de internações hospitalares, facilitando o acesso a consultas e exames especializados de apoio ao diagnóstico.

Em 2016

3.266 atendimentos médicos

4.553 atendimentos multiprofissionais (enfermagem, farmácia e assistência social)

1.074 exames especializados

1.394 pacientes atendidos

Em funcionamento desde 2007, o Ambulatório de Nutrição ofertou consultas nutricionais à comunidade acadêmica e a funcionários da Instituição e, desde agosto de 2016, passou a atender às demandas do SUS, atuando nos tratamentos de casos de hipertensos, diabéticos, cardiopatas, com obesidade, alergias e/ou intolerâncias alimentares e desordens metabólicas, além de desenvolver atividades de reeducação alimentar.

Em 2016

918 atendimentos

251 pessoas atendida

A Clínica-Escola de Fisioterapia foi inaugurada no ano de 2007 e, desde então, vem realizando atendimentos fisioterapêuticos e hidroterapêuticos à comunidade da região. Desde janeiro de 2010, possui convênio com o SUS.

Todas as áreas voltam-se para a reabilitação físico-funcional de pessoas que, por diferentes razões, apresentam distúrbios do movimento. As atividades realizadas englobam, além do processo de reabilitação, a prevenção de doenças, a promoção e a educação em saúde. Para isso, além dos atendimentos ambulatoriais, a Clínica-Escola trabalha com grupos e oficinas interdisciplinares, proporcionando à comunidade regional meios para alcançar mais autonomia nos cuidados com a saúde e com a qualidade de vida.

Em 2016

294 pessoas atendidas

5.405 atendimentos

A Clínica Universitária Regional de Educação e Saúde (Cures), que iniciou suas atividades em março de 2011, é um serviço-escola interprofissional. Realizam-se no espaço acolhimentos, consultas individuais, grupos de promoção de saúde, oficinas, ações por equipes interprofissionais, apoio matricial, entre outras ações.

A Cures mantém forte articulação com a rede de atenção à saúde e com a comunidade regional, uma vez que as ações de cuidado são planejadas e desenvolvidas em parceria com profissionais dos municípios da região, considerando as demandas e necessidades das pessoas referenciadas para avaliação e atendimento. O trabalho permite, de modo simultâneo, o atendimento às pessoas, a qualificação dos trabalhadores de saúde das equipes municipais e a formação dos estudantes.

Em 2016

160 pessoas atendidas

2.550 atendimentos

O Laboratório de Análises Clínicas Univates existe desde 2010 atendendo às demandas de ensino e de pesquisa dos cursos da área da saúde da Instituição. Em março de 2016, sua estrutura foi reorganizada a fim de prestar serviços de análises clínicas para o Ambulatório de Especialidades Médicas da Univates.

O Laboratório de Análises Clínicas Univates busca o fortalecimento do elo entre a classe clínica e os usuários por meio da realização de exames voltados à atenção básica à saúde, à prevenção de doenças e para apoio a tratamentos médicos.

5.647 exames realizados em 2016

O Laboratório de Fisiologia do Exercício iniciou suas atividades em 2015 com o objetivo de servir de apoio e complemento a atividades teórico-práticas dos cursos da Univates relacionados à saúde e ao esporte.

Além disso, o espaço proporciona aos usuários das modalidades do Complexo Esportivo e à comunidade em geral a avaliação de diferentes componentes da aptidão física.

Desde março de 2016, o Laboratório passou a realizar teste ergométrico ou eletrocardiograma por esforço, visando a atender às demandas do Ambulatório de Especialidades Médicas via SUS, especialmente as solicitações das consultas de cardiologia.

Em 2016

80 testes ergométricos

549 avaliações físicas

A Farmácia-Escola é fruto de parceria entre a Prefeitura Municipal de Lajeado e a Univates, e tem por objetivo prestar atendimento humanizado à população, oferecendo serviços qualificados na área da assistência farmacêutica. O estabelecimento também realiza atividades de promoção em saúde, direcionadas à comunidade do município de Lajeado, além de contribuir para a formação de profissionais farmacêuticos.

Além da manipulação e dispensação de medicamentos, são prestados serviços farmacêuticos, como: aferição de pressão arterial, medida de glicemia capilar, verificação de temperatura corporal, medida de altura e peso, consulta farmacêutica, revisão da farmacoterapia e seguimento farmacoterapêutico.

Em 2016

15.381 pessoas atendidas

67.667 atendimentos

Considerando a preocupação com a promoção da saúde, a equipe da Farmácia-Escola promove mensalmente campanhas e regularmente oficinas relacionadas à saúde, as quais são oferecidas tanto no próprio estabelecimento quanto em outras unidades de saúde do município de Lajeado ou em escolas. A equipe também promove capacitações e treinamentos sobre medicamentos, destinados a trabalhadores da área da saúde.

Farmacêutico no Shopping

No ano de 2016 foi realizada a IV e a V edição da iniciativa Farmacêutico no Shopping, sendo 60 e 85 pessoas atendidas, respectivamente. A ação, promovida pelo curso de Farmácia da Univates e a Farmácia-Escola, ocorre no Shopping Lajeado e visa a aproximar docentes, profissionais e estudantes do curso de Farmácia da população, objetivando a realização de práticas em farmácia.

Ambulatório de Saúde

O Ambulatório de Saúde da Univates disponibiliza atendimentos de enfermagem, de baixa complexidade, em nível ambulatorial. Seu público-alvo compreende todas as pessoas que transitam pelo campus da Instituição, sendo alunos, professores, funcionários e visitantes, além de funcionários terceirizados.

Em 2016 foram 2.581 atendimentos realizados pelo Ambulatório, sendo 1.539 pessoas atendidas.

Além de procedimentos de enfermagem, são oferecidas orientações sobre prevenção de doenças e atividades de promoção da saúde.

O valor investido pela Univates foi de R$ 105.081,00.

Ações sociais e de saúde em gerontologia

O projeto de extensão “Ações Sociais e de Saúde em Gerontologia” nasceu do interesse em conhecer melhor as inter-relações entre saúde, qualidade de vida e envelhecimento, visando a suprir as necessidades locais e regionais em relação ao envelhecimento. Em 2016 os participantes de grupos de convivência dos municípios de Anta Gorda, Santa Clara do Sul, Forquetinha, Ilópolis, Travesseiro e Westfália foram recepcionados na Univates para realização de avaliações relacionadas à saúde e qualidade de vida e de oficinas inerentes ao envelhecimento humano, mantendo contato com os acadêmicos voluntários dos cursos de Fisioterapia, Educação Física (bacharelado e licenciatura) e Estética e Cosmética. Em 2016, 893 atendimentos foram realizados, sendo 284 pessoas beneficiadas pelo projeto. O valor investido pela Univates foi de R$ 33.320,00.

Além disso, foi realizado o 5º Encontro Regional de Idosos, em celebração ao Dia do Idoso. O evento ocorreu em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc) e a Unimed, e contou com a participação de 586 idosos. Foram realizadas palestras sobre envelhecimento, além de oficinas de jogos de carta, memória, dicas de maquiagem, jogo de câmbio, respiração e relaxamento, quick massagem e dança.

Saúde no bairro Santo Antônio

A Univates, por meio do projeto de extensão “Ações Interdisciplinares de Cuidados em Saúde no Bairro Santo Antônio, Lajeado, RS” (PI), propõe-se a contribuir na busca de novas perspectivas de superação dos problemas sociais existentes no Vale do Taquari. Para isso, articula as comunidades acadêmica e local em um trabalho de construção da emancipação social, econômica e cultural da comunidade do bairro Santo Antônio de Lajeado, além de melhorar a relação entre a universidade e a comunidade na discussão e criação de propostas e alternativas comunitárias sustentáveis orientadas à transformação da realidade social por meio da ampliação do exercício da cidadania e da melhoria real da qualidade de vida dos moradores das comunidades participantes.

Neste ano, 14 famílias, duas turmas de escola de ensino fundamental e crianças da Sociedade de Assistência à Infância e à Adolescência (Saidan) participaram do projeto. Ainda, foram oferecidas três oficinas para as seguintes entidades parceiras: Escola Municipal de Educação Infantil Cantinho Mágico, Associação de Catadores de Lixo Simon Bolivar, Sociedade Lajeadense de Apoio aos Necessitados (Slan), Estratégia da Saúde e da Família do bairro Santo Antônio e Saidan. Durante o ano de 2016, o projeto atingiu, nas diversas formas apresentadas acima, 141 pessoas da comunidade, totalizando 1.176 atendimentos, bem como sete escolas e entidades. Foram realizadas 128 visitas domiciliares às famílias residentes no bairro Santo Antônio e 28 visitas às escolas e entidades mencionadas. O valor investido pela Univates foi de R$ 91.979,00.

Cultura

A Univates conta com um programa sistemático de valorização e de apoio a atividades culturais. Esse programa contempla as ações direcionadas à promoção e difusão das diferentes manifestações artísticas, à preservação do patrimônio cultural, histórico e artístico e ao desenvolvimento da cultura, acolhendo projetos e promovendo eventos na área, visando a contemplar tanto a comunidade interna quanto a externa da Instituição.

Saiba mais: www.univates.br/cultura

Cultura em 2016:
26 eventos culturais - apreciados por 14.579 pessoas
47 exposições culturais - apreciadas por 2.827 pessoas
R$ 1.279.667,00 investidos

* Dos 26 eventos culturais realizados, 10 eventos não tiveram cobrança de ingressos, sendo estes apreciados por 4.707 pessoas.

Artes Cênicas

Em 2016 foram realizados 10 eventos teatrais, com público de 5.215 pessoas, cabendo destaque às peças teatrais “Os Homens do Triângulo Rosa”, “Princesas e Heróis”, “Frida Kahlo, à Revolução!”, “Macbeth”, “Alcemar e a Mascada Perdida” e “Festival Kids”.

Grupo de Teatro

De participação voluntária e gratuita, o Grupo de Teatro da Univates tem como objetivo, dentre outros, representar a Univates em eventos internos e externos, ampliando a visão cultural da academia.

Em 2016 o Grupo de Teatro da Univates realizou oito apresentações, com público de 2.860 espectadores.

A esquete “A História de nós dois”, estreada em 2016, recebeu o prêmio de Melhor Atriz no Prêmio Portal Cultura 2016 do Sesc.

Artes Plásticas

A Univates disponibilizou, em 2016, seis Espaços Arte, que estiveram constantemente expondo obras das mais diferentes modalidades artísticas. Trata-se de uma oportunidade oferecida aos alunos e comunidade de conhecer e apreciar manifestações artísticas e culturais. Além disso, é também uma oportunidade para os artistas mostrarem seu trabalho.

Em 2016 foram realizadas 47 exposições, que foram apreciadas por 2.827 pessoas, considerando-se apenas os registros nos cadernos de assinaturas.

Danças

A Univates promoveu cinco eventos relacionados à dança em 2016, envolvendo 2.389 pessoas. Dentre os eventos realizados destaca-se a Mostra de Dança Univates que objetiva difundir a dança como arte e expressão corporal nas suas mais diferentes formas de manifestações. Tendo em vista as diferentes etnias que formam a identidade cultural do Vale do Taquari, esse evento é um momento rico de troca de experiências e integração e, ainda, instrumento de inclusão social.

O público pôde assistir, de forma gratuita, as apresentações, divididas em duas categorias - Infantil e Juvenil/Adulto -, da 9ª Mostra de Dança Univates, que ocorreram nos dias 11 e 12 de novembro, no Teatro Univates.

Merecem ainda destaque as apresentações do Russian State Ballet e da Escola de Dança Alessandra Espíndola.

Música

Dentre os vários eventos realizados no ano de 2016, cabe destacar a apresentação da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa), da Orquestra de Venâncio Aires, os shows de tributos a grandes lendas da música internacional e nacional, como Tim Maia e Bee Gees, do músico Tiago Iorc, Duca Leindecker, da banda Nenhum de Nós, da banda Roupa Nova.

Em 2016 foram realizados 11 eventos culturais agrupados na modalidade “Música”, prestigiados por 6.975 pessoas.

Coral

Como forma de apoiar a manifestação musical, a Univates mantém incentivo ao Coral Vocalize. O Coral aprimora os valores estéticos musicais por meio dos diversos gêneros e estilos que compõem o repertório.

Em 2016 foram realizadas 14 apresentações, prestigiadas por 4.325 pessoas.

Festival de Música Univates

A terceira edição do Festival de Música Univates ocorreu no dia 11 de dezembro de 2016 em frente ao Centro Cultural Univates, juntamente com edição do Dia Sem Carro. O evento integrou a programação natalina da Instituição.O júri técnico, composto por três jurados, sendo dois deles premiados na segunda edição do festival, avaliaram as apresentações com base em cinco quesitos: letra, música (melodia e harmonia), arranjo, interpretação (ritmo, afinação, apresentação) e popularidade. O encerramento do evento foi com a banda gaúcha Vera Loca. A terceira edição do Festival contou com a apresentação de sete concorrentes na categoria individual, sete bandas na categoria bandas e duas na categoria Ensino Médio, que foram prestigiados por 300 espectadores.

Lucas Eduardo Grave, maestro de conjunto instrumental e diversas orquestras, foi um dos três jurados do Festival de Música da Univates realizado em 2016. Para ele, a diversidade marcou o evento. “Tivemos vários estilos, desde rock clássico até música tradicionalista. Apesar de dificultar para o júri na hora de avaliar, isso traz uma grande riqueza para o evento”, comenta. Lucas aproveitou para parabenizar a Univates. “Tivemos pessoas de longe, como Santa Maria, Porto Alegre, Serafina, o que mostra que o Festival já ganha visibilidade no Estado”, ressalta. “É uma ótima iniciativa da Univates promover o festival, resgatando na região eventos como este. Esperamos que a região volte a ter mais eventos musicais em diferentes categorias”, torce o maestro.

Com apenas três meses, Eduardo Arenhart era o mais jovem a aproveitar o domingo do Dia Sem Carro (edição novembro/2016) no Centro Cultural. Filho do músico Fernando da banda de rock Franchicos e da diplomada em Pedagogia pela Univates Fabíola França, o pequeno parecia não se incomodar com o barulho e curtiu as brincadeiras da irmã Clarissa e dos amigos. “Ele está acostumado, sempre acompanhamos o pai nas apresentações”, justifica Fabíola. Para a pedagoga, o Festival é uma grande iniciativa da Univates. “Sempre é bom vir aqui. O campus é muito agradável e é um orgulho participar da Univates. A gente percebe que a preocupação não é apenas com o ensino e com a cultura, a Univates promove esses momentos de integração entre a comunidade e as famílias. Isso é muito bom”, enfatiza.

Projetos Culturais

Consiste no encaminhamento de projetos culturais da Univates e na prestação desse serviço à comunidade do Vale do Taquari. O serviço é prestado por meio do encaminhamento de projetos culturais em níveis estadual (Lei de Incentivo à Cultura – LIC) e federal (Lei Rouanet), com vistas à execução de eventos com patrocínio de empresas, via renúncia fiscal.

Em 2016 foram executados dois projetos, sendo um pela Rouanet (Livro "Percursos e Caminhos Rio Taquari-Antas") e outro pelo sistema Pró-Cultura (atividade - "Noite Cultural - a diversidade é que nos une").

Literário

Em 2016 a Instituição foi apoiadora da 11ª Feira do Livro de Lajeado, fazendo-se presente em diversas atividades. Além disso, a Univates apoiou novamente o lançamento do livro “Os Jovens Poetas de Lajeado” - Ano XI.

Troca-troca de Livros

Em 2016 ocorreram duas edições do Troca-Troca de Livros, organizadas pelo Museu Regional do Livro (MRL) e pela Biblioteca. O projeto Troca-Troca visa a estimular a leitura, a reutilização e a partilha de livros. Por meio dele, os participantes podem trocar seu livro usado e em bom estado por outro de seu interesse. A 13ª edição do evento ocorreu entre os dias 17 e 23 de abril, no hall da Biblioteca, tendo sido realizadas 245 trocas de livros por 58 pessoas, sendo estas alunos, professores, funcionários e diplomados da Univates e comunidade em geral. A 14ª edição aconteceu durante a Feira do Livro de Lajeado, com 338 trocas efetuadas por 114 pessoas vinculadas à Univates ou da comunidade externa.

Museu do Livro

O Museu Regional do Livro (MRL) da Univates reúne livros e revistas que compuseram a história de leitura da região do Vale do Taquari, desde a sua formação até o início da década de 1960. A tipologia e a abrangência do acervo são multidisciplinares, contendo aproximadamente 3.000 obras.

O Museu está aberto à visitação e à pesquisa. Além disso, o Museu realiza exposições temáticas. Em 2016, 136 pessoas visitaram o espaço, entre elas alunos, professores e pesquisadores da Univates, alunos de quatro escolas da região e comunidade em geral. O valor investido pela Univates foi de R$ 20.438,00.

Saiba mais: www.univates.br/biblioteca/museu-regional-do-livro

Memória e Tradições Regionais

A Univates, em parceria com o Diretório Central dos Estudantes (DCE), realizou, no mês de setembro, a primeira Semana Tradicionalista. A programação ocorreu no turno da noite e abrangeu atividades como declamação, apresentações artísticas e oficinas.

Brincadeiras do Sul

Para promover, divulgar e valorizar os museus brasileiros, o Instituto Brasileiro de Museus realizou a décima edição da temporada cultural “Primavera dos Museus”. A Univates participou da programação com atividade promovida pelo Museu Regional do Livro.

Como o tema da Primavera dos Museus nesta 10ª edição foi “Museus, Memórias e Economia da Cultura”, a Univates organizou uma atividade para incentivar a divulgação da cultura gaúcha. A oficina “Brincadeiras do Sul” ocorreu de 19 a 23 de setembro e contou com ações teóricas e práticas, como a confecção de jogos e apresentação de brinquedos tradicionais gaúchos.

Participaram da oficina 108 alunos de quatro escolas do Ensino Fundamental do município de Lajeado.

Centro de Memória

O Centro de Memória, Documentação e Pesquisa da Univates (CMDPU) tem por princípio o recolhimento, a organização, a preservação e a divulgação dos acervos documentais provenientes de arquivos públicos e privados do Vale do Taquari.

Visa a promover e integrar estudos e pesquisas interdisciplinares voltados à reconstrução da memória histórica e sociocultural da região, entre elas o estudo da história do Centro Universitário UNIVATES. Além disso, por meio de ações educativas, pretende despertar o interesse pelo tema na sociedade. Para a realização desses trabalhos, o CMDPU conta com acervos documentais, iconográficos e bibliográficos, cuidando, ainda, de sua organização, conservação e divulgação dos materiais coletados, e realiza pesquisas próprias e/ou em convênios com outras instituições.

Em 2016

três prestações de serviços realizadas

312 visitantes foram atendidos

três escolas visitaram o espaço

67.858 materiais em seu acervo

R$ 59.183,00 investidos

Saiba mais: www.univates.br/espaco-academico/centro-de-memoria-documentacao-e-pesquisa-da-univates-cmdpu

Educação

Compromisso com a educação

No que se refere ao compromisso com a educação, a Univates, entre outras ações/atividades, busca garantir a formação docente inicial e continuada, por meio das licenciaturas, do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), de Assessorias Pedagógicas Externa (APEs) etc.

Indicadores 2016
Número de cursos de licenciatura oferecidos 6*
Número de alunos em cursos de licenciatura 572
Número de alunos de licenciatura beneficiados pelo Pibid 228
Número de Assessorias Pedagógicas Externas (APEs) prestadas pela Univates (cursos, oficinas e palestras) 29**
Número de docentes da educação básica participantes das APEs prestadas pela Univates 3.040

* Cursos de licenciatura oferecidos pela Univates: Ciências Biológicas; Ciências Exatas, com habilitação integrada em Física, Matemática e Química;
Educação Física; História; Letras; Pedagogia.
** 13 cursos, 12 oficinas e quatro palestras.

Pibidoteca

Um espaço para o aprendizado e a interação, de forma lúdica, para as crianças. Essa é a proposta da Pibidoteca da Escola Estadual de Ensino Fundamental (EEEF) Moisés Cândido Veloso, do bairro Hidráulica, em Lajeado. A sala especial que abriga a Pibidoteca foi inaugurada no dia 30 de agosto de 2016, beneficiando alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental da escola.

O espaço, repleto de brinquedos, foi pensado por um grupo do Pibid da Univates, projeto desenvolvido pela Instituição desde 2014 que objetiva qualificar a formação de professores. Na Escola Moisés Cândido Veloso, os estudantes de Pedagogia que integram o projeto organizaram a Pibidoteca a partir da observação e de monitorias com as crianças.

Educação Empreendedora e Financeira

O projeto de extensão “Educação Empreendedora e Financeira”, voltado aos alunos do Ensino Médio, tem relevância e impacto social pois aborda os temas supracitados com estudantes que recentemente ingressaram ou estão prestes a ingressar no mercado de trabalho formal. No ano de 2016 foram realizadas 29 oficinas do projeto em 14 escolas de 10 municípios da região, totalizando 1.203 atendimentos a 1.043 alunos, sendo investidos pela Univates R$ 51.587,00.

O contexto socioeconômico atual e as perspectivas do mercado de trabalho ensejam o desenvolvimento de perspectivas empreendedoras de modo que os indivíduos avaliem a possibilidade de gerar seu próprio posto de trabalho, bem como de gerar oportunidades para outros indivíduos. Da mesma forma, planejar e gerenciar as finanças pessoais é fundamental para que jovens possam iniciar uma trajetória profissional com mais tranquilidade. Dessa forma, abordar esses temas com os estudantes de ensino médio é plenamente justificável, pois está propiciando-lhes incorporar conhecimentos sobre temáticas pouco abordadas nas escolas e que lhes servirão por toda a sua carreira profissional.

Interarte

O projeto de extensão “Interarte” realizou atividades com alunos de escolas do Ensino Fundamental do Vale do Taquari. O projeto possibilita a aproximação com a área de Artes, propiciando o aprender por meio da confecção de objetos tridimensionais fazendo o uso de materiais alternativos, como jornal, cola feita à base de água e amido, papel kraft e fita adesiva. Ao manipularem a obra e construírem o objeto, os alunos puderam aguçar diferentes campos do saber. As experimentações artísticas possibilitaram aos alunos a construção de conhecimentos próprios, contribuindo com a capacidade criativa, como a imaginação, a sensibilidade, a exploração sensorial, a visão espacial, a proporcionalidade e a percepção. Além disso, a Arte desperta sentimentos e é uma forma de interagir com o mundo.

Em 2016 foram realizadas 22 oficinas em sete escolas de quatro municípios da região, totalizando 447 participantes e 646 participações. O valor investido pela Univates foi de R$ 49.564,00.

Tecnologias Multidisciplinares Aplicadas

Para obter-se bons resultados na educação é preciso que esta se reinvente com o passar dos anos, de forma a manter o interesse e a dedicação dos estudantes nas diversas fases de aprendizagem. O projeto de extensão “Tecnologias Multidisciplinares Aplicadas” (TEMA) busca, por meio de suas diversas atividades práticas e lúdicas, incentivar o uso de novas tecnologias na construção do conhecimento, tendo como foco os alunos da Educação Básica de escolas públicas e privadas da região do Vale do Taquari e Rio Pardo.

O projeto TEMA interage com a comunidade escolar, com o auxílio de professores e graduandos, por meio de atividades como palestras interativas, oficinas e algumas competições envolvendo conceitos dos cursos de engenharia da Univates, relacionando com os conteúdos de matemática, física e lógica por meio de atividades que promovem o desenvolvimento de jogos e animações, programação e confecção de protótipos robóticos, simulação de sistemas, construção de pontes de espaguete e de produtos de papelão.

Durante o ano de 2016, o projeto manteve contato com 19 escolas de 12 municípios do Vale do Taquari e Rio Pardo nas quais foram realizadas palestras de divulgação das atividades, 33 oficinas e a 8ª Olimpíada de Informática, sediada na Univates, alcançando 1.403 estudantes da rede pública e privada. O valor investido pela Univates foi de R$ 77.186,00.

Relações internacionais na sala de aula

O projeto de extensão “O Mundo Aqui: relações internacionais na sala de aula” teve por objetivo aplicar ações de análise das Relações Internacionais por meio da interação entre estudantes da Univates e das escolas públicas e privadas de ensino fundamental e médio do Vale do Taquari.

Durante 2016 o projeto esteve presente em nove escolas de cinco municípios do Vale do Taquari, prestando 729 atendimentos a 398 alunos. Além de atender as demandas das escolas ou propor-lhes temas, trouxe para a Univates 45 alunos do terceiro ano do ensino médio do colégio Madre Bárbara para realizar uma conferência simulada da Organização das Nações Unidas (ONU). O valor investido pela Univates foi de R$ 28.359,00.

Interfaces

O projeto de extensão “Interfaces” tem por objetivo debater e refletir sobre temas humanísticos, culturais e estéticos diversos na comunidade regional, incluindo estudantes de graduação como mediadores em processos de intervenção comunitária e acadêmica, a fim de possibilitar a interlocução entre diversos saberes, contribuindo assim para o diálogo entre universidade e comunidade. Para esta finalidade, o projeto está organizado em três faces:

A face Ceami desenvolve processos de educomunicação por meio de metodologias participativas, valorizando o espaço público como meio para reflexões e fortalecimento da cidadania.

O Observatório de Direitos Humanos busca pensar os direitos humanos considerando a diversidade social e cultural, conciliando informação, formação e ações comunitárias, já que, na contemporaneidade, qualquer ser humano é sujeito de direitos humanos. Para tanto, optou-se trabalhar, essencialmente, com a temática dos direitos humanos, violência doméstica, migrações e educação fiscal.

A face Formação Pedagógica e Pensamento Nômade alcança a formação de professores e a melhoria da Educação, por meio de ações que tratam da educação e seus cruzamentos com a literatura, as artes visuais, a música, o cinema e a filosofia, com base em uma pedagogia comprometida com a experimentação e com a produção de uma subjetividade docente.

Em uma sociedade complexa, a ênfase está nas inter-relações estabelecidas, razão pela qual se entendeu ser pertinente agregar diferentes cursos (Comunicação Social, Direito, Pedagogia e Psicologia) para a construção de novas ações e novos saberes, envolvendo professores, bolsistas, estudantes e comunidade em geral, além da parceria com o projeto de extensão “Ações Interdisciplinares de Cuidados em Saúde no Bairro Santo Antônio, Lajeado, RS” (PI), que resultou no evento “Interlocução dos saberes para extensão em rede para a formação do estudante: II Mostra Acadêmica do Projeto de Extensão PI e I Mostra Acadêmica do Projeto de Extensão Interfaces”.

Na consecução dos objetivos do projeto, foram realizadas diversas atividades (oficinas, grupos de estudo etc.), beneficiando 1.323 pessoas da comunidade em geral, além de alunos e professores, sendo investidos pela Univates R$ 91.545,00.

Redes Interdisciplinares: desvendando as Ciências Exatas e Tecnológicas

O projeto de extensão “Redes Interdisciplinares: desvendando as Ciências Exatas e Tecnológicas” tem grande relevância social devido a sua proposta de alfabetização e educação científica da população do Vale do Taquari, difundindo o conhecimento científico e tecnológico. O projeto visa a consolidar a Univates como um centro regional de difusão da cultura científica, abordando temas básicos e contemporâneos estudados nos currículos escolares, de forma inovadora e interdisciplinar. As diversas oficinas oferecidas, que trabalham conteúdos de variadas ciências, contribuem social e culturalmente com os jovens participantes, aumentando seu interesse pelo saber científico e pelo estudo das Ciências Exatas. As atividades desenvolvidas visam, além da inclusão tecnológica, à inclusão social. Há oficinas que trabalham com aplicativos e softwares, que podem contribuir com a formação do cidadão de forma intelectual e tecnológica, pois, ao mesmo tempo em que está absorvendo conhecimento, está aprendendo a utilizar tais ferramentas. Essa inserção dos alunos nessas diversas atividades também contribuir para o seu desenvolvimento pessoal, estimulando a sua formação e cultura científicas. Durante 2016, foram beneficiados nestas atividades 4.767 alunos de 45 escolas de educação infantil e básica, além da comunidade em geral, abrangendo 15 municípios da região.

Além das atividades citadas acima, o projeto promoveu a 19a edição da Olimpíada Matemática da Univates (OMU) e a 6ª Feira de Ciências Univates. A 19ª OMU, vinculada à Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), envolveu alunos do 5º ano do Ensino Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio, contemplando 2.324 alunos, oriundos de 72 escolas de 25 municípios do Vale do Taquari. Já a 6ª Feira de Ciências da Univates contou com a participação de 272 alunos do Ensino Fundamental e Médio, e seus orientadores, de 25 escolas de 15 municípios do Vale do Taquari, além do Ensino Técnico do Centro de Educação Profissional da Univates e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Ao todo foram expostos 80 trabalhos.

O valor investido pela Univates foi de R$ 167.437,00.

Veredas da Linguagem

O projeto de Extensão “Veredas da Linguagem” desenvolveu, no ano de 2016, inúmeras ações voltadas a diferentes comunidades. Ele é composto por cinco eixos relacionados às múltiplas áreas que abrangem a linguagem: Linguagem e Ensino; Linguagem e Tecnologia; Linguagem Artístico-literária; Linguagem e Corporeidade; e Linguagem e Ludicidade. Durante o ano, o projeto realizou diversas ações voltadas a grupos sociais específicos, tais como: aulas de português para estrangeiros; vivências lúdicas em uma Escola Municipal de Educação Infantil parceira do projeto; rodas de conversa com professores de Educação Física da rede estadual e municipal de Estrela; criação e aplicação de objetos digitais de aprendizagem de língua portuguesa como língua adicional e estratégias de leitura; intervenções artístico-literárias em diversos espaços e ambientes da comunidade por meio de saraus, oficinas de escrita criativa, contação de histórias; apreciação de filmes sobre diversos temas e posterior debate, entre outras. Foram desenvolvidas, ainda, oficinas e fóruns de formação abertos tanto para a comunidade acadêmica quanto para a comunidade externa.

Em 2016 o projeto realizou 1.761 atendimentos, atingido 1.059 pessoas de seis escolas da região do Vale do Taquari, além da Secretaria de Educação de Estrela, da Fundação para Reabilitação das Deformidades Crânio-Faciais (Fundef), da comunidade haitiana de Lajeado e das comunidades lajeadense e estrelense que frequentam os eventos “Arte na Praça” (Lajeado) e “Arte na Escadaria” (Estrela). O valor investido pela Univates foi de R$ 129.252,00.

Direitos Humanos e Justiça

Serviço de Assistência Jurídica (Sajur)

A Instituição disponibiliza, desde 2003, o Serviço de Assistência Jurídica (Sajur), no qual alunos do curso de Direito, com orientação de professores do curso, prestam atendimentos jurídicos diversos, gratuitamente, a toda a comunidade carente da Comarca de Lajeado.

Em 2016 foram realizados 3.972 atendimentos a pessoas com indisponibilidade econômica, com o encaminhamento de 643 movimentações processuais (ações ajuizadas, defesas, recursos, entre outros procedimentos nas áreas cível e criminal, com exceção dos processos de execução criminal) e a realização de 979 audiências.

No ano de 2013, o Sajur passou a ser um espaço em que os alunos do curso de Psicologia, sob a supervisão de professores, podem realizar estágio curricular. A parceria entre Direito e Psicologia contribui para a formação interdisciplinar, concretizada em várias ações realizadas em conjunto, como rodas de conversa entre os dois cursos e grupos de apoio aos usuários do serviço, proporcionando apoio jurídico e psicológico a dois grupos específicos: o Recomeçar, destinado às vítimas de violência doméstica, que contou com oito participantes e 37 encontros durante o ano de 2016, e o Grupo de Cuidadores(as), destinado a pais, mães e cuidadores em processo de dissolução familiar.

Em 1º de julho de 2016, iniciaram-se as atividades do Núcleo de apoio e referência a imigrantes, vinculado ao Sajur, tendo sido realizados três atendimentos.

Por fim, vale o registro de que o Sajur desenvolve atividades específicas relativas ao exercício da cidadania de portadores de patologias (ações judiciais para fornecimento de medicamentos, aparelhos biomédicos, tratamentos psicológicos etc.), aos procedimentos atinentes ao Juizado da Infância e da Juventude e àqueles abrangidos pela Lei Maria da Penha, além de dar assessoria jurídica aos presos recolhidos ao Presídio Estadual de Lajeado e a seus familiares nos processos que tramitam no Foro da Comarca de Lajeado.

R$ 618.581,00 investidos

Em 2016
R$ 618.581,00 investidos

Migrações e Direitos Humanos

A Univates realizou, nos dias 18 e 19 de maio, o I Seminário Internacional Migrações e Direitos Humanos. O evento procurou criar um espaço de discussão que reunisse especialistas de diferentes áreas para refletir sobre as consequências do fenômeno migratório e suas implicações no âmbito das cidades e países nos quais eles ocorrem.

Os debates trataram dos impactos sociais e culturais da imigração e suas relações com a garantia dos direitos humanos. O evento é fruto de um projeto de pesquisa intitulado "Imigração haitiana no Vale de Taquari, análise de um processo em construção a partir de um estudo de caso", financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Desenvolvimento (PPGAD) e no Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCHS) da Univates.

Migrações Internacionais e Pesquisa no Sul (Mipesul)

Núcleo de pesquisa criado em 19 de maio de 2016 no âmbito do I Seminário Internacional Migrações e Direitos Humanos. Objetiva estabelecer canais de comunicação entre pesquisadores nacionais e internacionais sobre o tema de migrações internacionais no sul do continente, criar um espaço de troca de experiências científicas por meio de eventos científicos e estimular publicações dos resultados das pesquisas desenvolvidas por seus membros. O Núcleo tem sede na Univates e é vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Desenvolvimento (PPGAD).

Inovação e Empreendedorismo

Parque Científico e Tecnológico

Visando a desenvolver, no Vale do Taquari, tecnologias pioneiras na produção de alimentos, em cuidados com o meio ambiente e em energias renováveis, criou-se, em 2010, o Parque Científico e Tecnológico do Vale do Taquari (Tecnovates).

O conjunto de laboratórios do Parque abriga os mais modernos equipamentos, pessoal capacitado, metodologias de ensaios de última geração e tecnologias de produção e tratamento de resíduos, dando pleno suporte a todas as atividades de pesquisa e desenvolvimento realizadas pelas empresas residentes e associadas e pesquisadores nas áreas-foco do Tecnovates.

O Tecnovates mantém ainda a Incubadora Tecnológica da Univates (Inovates), que tem como alvo novos empreendimentos de produção e prestação de serviços que se caracterizam pelo conteúdo tecnológico e pela inovação de seus processos e resultados. Por meio da oferta de espaço físico, de consultoria e de treinamentos, a Inovates auxilia e incentiva o empreendedor iniciante que possui algum vínculo com a Instituição.

A Inovates contava, em dezembro de 2016, com cinco empresas incubadas, todas na modalidade incubação interna. Durante o ano de 2016, uma empresa se desligou e cinco empresas foram graduadas. Além disso, 16 empresas graduadas já passaram pela incubadora e estão atuando no mercado.

Saiba mais: www.univates.br/tecnovates

Núcleo de Criatividade, Inovação e Empreendedorismo

O Núcleo de Criatividade, Inovação e Empreendedorismo articula ações empreendedoras desenvolvidas no âmbito acadêmico da Univates.
Destacam-se algumas atividades desenvolvidas em 2016, conforme segue:

1º Prêmio Crie Univates: o prêmio busca incentivar e premiar ações e ideias empreendedoras, inovadoras e/ou criativas desenvolvidas e conectadas ao universo acadêmico e profissional. O 1º Prêmio Crie contou com 24 participantes, distribuídos em 15 grupos divididos em duas categorias diferentes: estudantes e egressos da Univates (cursos técnicos, graduação e pós-graduação lato e stricto sensu); professores e funcionários da Univates e comunidade em geral;

1ª Roda de Conversa - Crie: o evento, direcionado aos alunos dos cursos de graduação e comunidade em geral, objetivou ser um espaço para troca de experiências e discussão em relação ao relato de três empreendedores sobre suas práticas de gestão. O evento ocorreu no dia 31 de maio e contou com a participação de 328 pessoas;

2ª Roda de Conversa - Crie: a atividade trouxe à Univates três palestrantes, empreendedores da Devorando, o maior portal para pedidos de comida on-line do Sul do Brasil. O evento ocorreu no dia 15 de agosto e contou com a participação de 156 pessoas, sendo estes alunos dos cursos de graduação da Instituição e comunidade em geral;

Projetos sociais na disciplina de Empreendedorismo: realizado semestralmente na disciplina de Empreendedorismo, a atividade tem como objetivo envolver acadêmicos de diferentes cursos da Univates em causas sociais ou ambientais, promovendo a prática da cidadania por meio da criação de projetos sociais nessas áreas.

CRIE Experience (CRIExp)

De 06 a 08 de outubro de 2016, a criatividade, a inovação e o empreendedorismo ganharam um espaço especial na Univates com a realização da primeira edição do CRIExp, um evento que reuniu grandes nomes das áreas de tecnologia e empreendedorismo do Vale do Silício e do cenário nacional.

Com três dias de intensa programação, o evento atingiu 3.288 pessoas participantes oriundas de vários Estados.

CRIE Music Experience: o CRIExp teve também um espaço para a cultura com a realização do CRIE Music Experience. Em formato de festival, o evento teve a apresentação de Maria Gadú, Tenente Cascavel e Identidade.

Com o objetivo de consolidar o Vale do Taquari na rota das grandes discussões acerca da inovação e do empreendedorismo nos diferentes setores da economia, a Univates já confirmou a realização de nova edição em 2018.

Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia

O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia (NITT) tem o objetivo de promover a cultura da propriedade intelectual em âmbito regional, com vistas ao fomento, difusão, proteção e transferência dos potenciais processos ou produtos oriundos das pesquisas e inovações tecnológicas desenvolvidas nas diversas áreas de atuação da Univates e dos seus colaboradores.

Nove pedidos de registro de patente encaminhados em 2016

Diversidade e etnia

Respeito às individualidades

Em 2016, a Univates, buscando aprimorar e promover um ambiente de aprendizagem acolhedor e de respeito para todos os membros da comunidade acadêmica, respeitando-se características de cunho étnico-racial, religioso, cultural, territorial, físico, geracional, de diferentes expressões de gênero e de sexualidade, de opção política, de nacionalidade, dentre outras, independentemente de posição social, esperando que todos os membros da comunidade acadêmica possam ser respeitados e apoiados em suas individualidades, instituiu a Política de respeito às individualidades em diferentes dimensões.

Comunidade Kaingang

O objetivo do projeto de extensão “História e cultura Kaingang em territórios da bacia hidrográfica Taquari-Antas” é estudar a história e as condições atuais de sustentabilidade, meio ambiente, saúde e educação dos indígenas que se encontram em territórios localizados principalmente nos municípios de Lajeado, Estrela e Tabaí. O grupo realiza saídas a campo, roda de conversas, oficinas, registros fotográficos e fílmicos, elaboração de diários de campo e identificação nas áreas indígenas Kaingang sobre aspectos histórico-culturais e questões sobre sustentabilidade, meio ambiente, saúde e educação.

As ações do projeto, como palestras para alunos e professores da educação básica, mediações entre agências governamentais oficiais e não oficiais e os Kaingang, divulgação em jornais, sites, revistas e redes sociais, acompanhamentos e viabilização da participação dos indígenas em mesas redondas e eventos, são indicativos de responsabilidade social com vistas a contribuir para transformar a falta de condições básicas das comunidades Kaingang, trazendo, por meio da divulgação e discussão na sociedade do Vale do Taquari, a necessidade do reconhecimento de espaços sociais diferenciados e específicos a que, como indígenas, têm direito por lei. Durante o ano de 2016, foram realizados 2.635 atendimentos a 1.375 pessoas em 10 municípios do Vale do Taquari e arredores, sendo investidos R$ 23.921,00.

Inclusão, acessibilidade e solidariedade

Em 2016, tanto no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Univates como no seu Planejamento Estratégico, consta objetivo estratégico específico para a questão da inclusão prevendo a manutenção de políticas que incentivem a inclusão social.

Núcleo de Acessibilidade

O Núcleo de Acessibilidade conta com a participação de diversas áreas/setores da Instituição e objetiva contribuir para a participação plena e efetiva das pessoas com deficiência (PCDs) na vida acadêmica, científica e cultural da Univates, eliminando barreiras e proporcionando segurança e autonomia. Também opina e sugere ações que promovam a acessibilidade arquitetônica, atitudinal, pedagógica, digital e nas comunicações.

A Univates atende 73 pessoas com deficiência, sendo 26 estudantes e 47 professores e funcionários.

Para atender as necessidades das pessoas com deficiência, a Instituição desenvolve diferentes atividades, como:

  • oferta profissionais especializados para o atendimento e acompanhamento de PCDs;
  • oferece suporte aos professores que atuam em disciplinas com estudantes com deficiência;
  • viabiliza monitoria aos estudantes com deficiência, mobilidade reduzida ou dificuldade de aprendizagem;
  • oferta o Curso de Aprendizagem para PCDs;
  • mantém a Comissão de Inclusão Gente Diferente, responsável por realizar ações voltadas à conscientização e ao atendimento aos funcionários, professores, estagiários, bolsistas e terceirizados da Univates com deficiência;
  • oferece o Programa de Apoio Social, que oportuniza acompanhamento aos funcionários, de maneira geral, e ações específicas voltadas para as PCDs;
  • conta com o programa “Cuidados em saúde do trabalhador”, que objetiva promover ações de cuidado em saúde aos trabalhadores;
  • realiza seminários, palestras e oficinas sobre inclusão;
  • disponibiliza títulos e volumes em Braille na Biblioteca da Univates;
  • oferta vídeos legendados, realizando 135 legendamentos em 2016 por meio de parceria com setor(res) da Instituição;
  • implanta melhorias contínuas quanto à acessibilidade digital;
  • distribui cadeiras de rodas em pontos estratégicos da Instituição – cinco cadeiras foram adquiridas em 2016.

A Instituição implanta melhorias contínuas quanto à acessibilidade digital. Em 2016, além da barra de acessibilidade no site institucional, houve aquisição do Hand Talk (tradutor de libras) e instalação dos softwares de acessibilidade Headmouse, teclado virtual e VLibras nos computadores dos audiovisuais e dos laboratórios de informática, que já possuíam em sua instalação padrão o DosVox e NVDA. Também adquiriu equipamentos de tecnologia assistiva, como teclados ampliados com alto contraste e com colmeia acrílica, ampliador E-BOT PRO, lupas eletrônicas, scanner com sintetizador de voz e mouse adaptado. Ainda, o site da Univates passou a contar com uma página específica sobre o tema, na qual é possível verificar questões acadêmicas e físicas sobre acessibilidade.

Aprendizagem para pessoas com deficiência

A Univates, por meio do Núcleo de Educação Continuada, formou, em 2016, mais uma turma do curso gratuito Aprendizagem Assistente Administrativo para Pessoas com Deficiência. Nesta, que é a terceira edição do curso, foram formados 11 aprendizes. No total são 27 aprendizes formados pelo curso.

O curso teve o objetivo de promover a qualificação profissional de pessoas com deficiência, levando em consideração as dimensões ética, cognitiva, social e cultural, buscando o desenvolvimento da autonomia dos aprendizes e proporcionar formação inicial que subsidie o início de um itinerário formativo, que poderá ter continuidade em cursos de Educação de Jovens e Adultos, em cursos técnicos ou de graduação, de acordo com as necessidades e possibilidades de cada estudante.

As práticas ocorreram em empresas de Lajeado-RS, conforme pressuposto legal da aprendizagem, com o intuito de garantir a inserção profissional, buscando sua permanência no mercado de trabalho após o término do contrato de aprendizagem.

Em 2016
R$ 77.484,00 investidos

Projeto Rondon

O Projeto Rondon, coordenado pelo Ministério da Defesa, é um plano de integração social com o propósito de reunir esforços para contribuir com o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes, ampliando, consequentemente, o bem-estar da população. Além disso, objetiva contribuir para a formação do universitário como cidadão, integrá-lo ao processo de desenvolvimento nacional, por meio de ações participativas sobre a realidade do país, consolidar o sentido de responsabilidade social e estimular no universitário a produção de projetos coletivos locais, em parceria com as comunidades assistidas.

Dentro dessa perspectiva, a Univates participou, em 2016, na edição de julho, intitulada “Operação Forte dos Reis Magos”, ocorrida no município de Montanhas, Rio Grande do Norte, contando com a participação de oito alunos da Univates, voluntários, acompanhados de professores. As ações desenvolvidas englobaram quatro eixos: Comunicação; Tecnologia e Produção; Meio Ambiente; e Trabalho.

Os rondonistas da Univates promoveram oficinas e palestras a um público composto por professores e alunos do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA), crianças, jovens, adultos e idosos da comunidade, bem como moradores de um assentamento do Movimento Sem-Terra (MST) instalado no município. Ao todo, 3.104 pessoas foram beneficiadas com alguma das atividades desenvolvidas.

Saiba mais: www.projetorondon.defesa.gov.br/portal/

Em 2016
R$ 2.290,00 investidos

Desfile de Moda Inclusiva

Sonho. Esta foi a palavra que norteou o Desfile de Moda Inclusiva realizado pelo curso Superior de Tecnologia em Design de Moda da Univates em parceria com a empresa Mercur, no dia 22 de agosto de 2016, no Teatro Univates. No palco transformado em passarela, 16 pessoas com deficiência desfilaram a materialização de seus sonhos em peças de roupas desenhadas pelas estudantes da disciplina Ergonomia Aplicada ao Design de Moda da Instituição. O momento foi alusivo à Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, que ocorreu de 21 a 28 de agosto.

Os modelos do desfile representaram nove associações e instituições de pessoas com deficiência: Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) dos municípios de Lajeado, de Estrela e de Cruzeiro do Sul; Secretaria Municipal de Educação de Lajeado; Secretaria Municipal de Educação de Estrela (SMED); Associação dos Deficientes Físicos de Lajeado (Adefil); Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes Visuais (Apadev); Associação dos Deficientes Auditivos de Lajeado (Asla); e Clínica-Escola de Fisioterapia da Univates.

Antes do desfile, uma roda de conversa abordou como a deficiência é vista por quem convive com ela, a fim de ampliar a conscientização sobre o tema.

Campanhas solidárias

A Univates promoveu mais uma edição da campanha solidária “Aqueça um Coração”. Doações de roupas, calçados e roupa de cama puderam ser realizadas em diversos pontos da Univates. As arrecadações foram entregues a três entidades sociais da região (Lar de Idosos Tabita, Defesa Civil e Casa de Passagem) e uma parte foi direcionada a um grupo de haitianos.

Em 2016
2.325 peças de roupas, 175 pares de calçados e 60 peças de roupa de cama foram arrecadados
Três entidades sociais da região do Vale do Taquari foram contempladas e um grupo de haitianos.

No início de dezembro, a Rádio Univates FM, em parceria com o Clube do Rock do Vale do Taquari, realizou a campanha “Natal de atitude”. A ação visou a arrecadar brinquedos em bom estado para serem doados a crianças carentes. No dia 18 de dezembro, realizou-se show com a banda Franchicos e Ediglei Sapolio, em prol da campanha, no Galera’s Rock Bar. A entrada para o evento foi um brinquedo mais valor em dinheiro. A campanha estendeu-se até o dia 23 de dezembro e cerca de 200 brinquedos foram arrecadados e entregues a crianças dos bairros Santo Antônio e Igrejinha, em Lajeado.

No dia 13 de julho, em que se comemora o Dia Mundial do Rock, em parceria com o Clube do Rock e o Galera’s Rock Bar e apoiadores, a Rádio Univates FM promoveu show beneficente com as bandas Franchicos e Tchê Rock e o Dj Historiador. O evento teve como objetivo arrecadar alimentos para o Lar de Idosos Tabita, de Lajeado, sendo o ingresso adquirido mediante doação de três quilos de alimento não perecível.

600 Kg de alimento não perecível arrecadados

A Rádio Univates FM realizou uma campanha relacionada à doação de sangue em parceria com a Agência Experimental de Comunicação. No Dia Nacional do Doador de Sangue, 25 de novembro, parte da equipe esteve presente no Hemovale de Lajeado acompanhando as doações de sangue. Doadores ouvintes dirigiram-se ao Banco de Sangue de Lajeado para doar sangue, indicar uma música para a programação da Rádio e tirar uma foto, que posteriormente foi postada no Instagram. A campanha “Univates FM. O Rock corre em nossas veias” atingiu cerca de 10 mil pessoas por meio das mídias sociais da emissora.

Além de promover a cultura e a reflexão, a programação natalina da Univates, que ocorreu entre os dias 06 e 17 de dezembro e reuniu 4.197 participantes em sete eventos, incentivou a solidariedade.

Para algumas atividades da programação, o ingresso foi solidário, com a arrecadação de alimentos não perecíveis, fraldas geriátricas e brinquedos. Na programação natalina, que englobou a Campanha Solidária de Natal da Instituição, foram arrecadados 136 kg de alimentos não perecíveis, que foram repassados à Casa de Passagem da cidade de Cruzeiro do Sul.

Na apresentação do Concerto de Natal da Orquestra Jovem do Sesi foram arrecadados mais de 800 brinquedos, que foram entregues à Casa de Passagem (Venâncio Aires), Trezentos de Gideon (Lajeado), Associação de Menores de Arroio do Meio (Arroio do Meio) e Associação da Assistência à Infância e Adolescência (Lajeado). Já as fraldas geriátricas, arrecadadas na Celebração do Advento da Cicla, foram entregues ao Conselho de Igrejas Cristãs de Lajeado para repassá-las a entidades da região.

Além disso, o Estádio Olímpico da Univates sediou o primeiro “Craques Solidários”, jogo de futebol entre ex-atletas profissionais e atletas da região do Vale do Taquari em que o objetivo foi a solidariedade, sendo toda a renda arrecadada com os ingressos destinada para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) Lajeado. Na oportunidade também foi arrecadada mais de uma tonelada de alimentos.

Ainda, no dia 24 de fevereiro de 2016, a Univates entregou donativos ao Hospital São Gabriel Arcanjo, de Cruzeiro do Sul. As doações foram arrecadadas durante a programação natalina realizada, em 2015, no Centro Cultural da Univates. Foram repassados 70 kg de alimentos não perecíveis e oito itens de higiene e limpeza.

O olhar atento, as mãos ágeis, a supervisão técnica e o sentimento de estar fazendo algo maior. Essa foi a receita que alunos, professores e coordenadores dos cursos técnicos da Univates usaram para tornar a sede da Associação de Menores de Arroio do Meio (Amam) mais festiva para o Natal. Por meio de um projeto social multidisciplinar e transversal, o Centro de Educação Profissional (CEP) envolveu diversos cursos em atividades de melhorias e pequenas reformas na instituição.

Na ocasião foram doados à Amam donativos arrecadados durante o mês de novembro, como brinquedos, produtos de higiene pessoal e material escolar. Parte dos donativos arrecadados também foi entregue à entidade beneficente Trezentos de Gideon, que atende crianças.

Ainda participaram doando materiais para os alunos reformarem o local as empresas Color Tintas, TW EPIs, Comercial de Areia Lajeadense, Obra Materiais de Construção, Central Tintas, Milton Tintas, Redemac Mezzacasa, Retificadora Sul Minas e LDE Pinturas.

Pesquisa

A atividade de pesquisa está atrelada ao desenvolvimento social e intelectual do indivíduo e vem sendo desenvolvida e estimulada nas mais diversas áreas do conhecimento científico. Durante o ano de 2016, estiveram envolvidos diretamente nas atividades atreladas à pesquisa 63 professores doutores e 220 alunos com bolsas de iniciação científica, todos atuando nos 28 projetos mantidos pela Univates e nos projetos que receberam fomento externo.

Investimentos em pesquisa:
R$ 5.957.597,65
Em 2016
97 bolsas Univates, beneficiando 138 bolsistas
10 bolsas Pibic/CNPq, beneficiando 10 bolsistas
6 bolsas Pibiti/CNPq, beneficiando 6 bolsistas
27 bolsas Probic/Fapergs, beneficiando 28 bolsistas
6 bolsas Probiti/Fapergs, beneficiando 6 bolsistas
9 bolsas Pibic/EM, beneficiando 10 bolsistas
2 bolsas vinculadas à bolsa produtividade, beneficiando 3 bolsistas
6 bolsas Capes, beneficiando 7 bolsistas
3 bolsas Finep, beneficiando 4 bolsistas
1 bolsa contrapartida SDECT, beneficiando 1 bolsista
2 bolsas Edital Tecnovates, beneficiando 4 bolsistas
3 convênios com empresas, beneficiando 3 bolsistas
Totalizando 172 bolsas, beneficiando 220 bolsistas

* O número de bolsistas é maior do que o número de bolsas pois, durante o ano, mais de um bolsista utiliza a mesma bolsa.

Legenda:
Legenda: Pibic - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica;
CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico;
Pibiti - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação;
Probic - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica;
Fapergs - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul;
Probiti - Programa de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação;
Pibic/EM - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio;
Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior;
Finep - Financiadora de Estudos e Projetos;
SDECT - Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia;
Tecnovates - Parque Científico e Tecnológico do Vale do Taquari.

Uma das dificuldades encontradas pelos professores é o uso excessivo de smartphones durante a aula pelos alunos. E se o celular fosse um aliado em vez de uma distração? Uma pesquisa da Univates resolveu trabalhar a matemática utilizando smartphones, ancorada teoricamente numa tendência da educação matemática denominada Etnomatemática. A pesquisa mostrou aos alunos do 9º ano do Ensino Fundamental da Escola Padre Fernando, de Roca Sales, as possibilidades de utilizar aplicativos como ferramentas para construção do conhecimento.

Bruna Cossul, aluna participante, se encantou pelo uso das ferramentas. “Amei a experiência porque facilita muito na hora de aprender alguns conteúdos. Ficou muito mais fácil pois existem aplicativos para serem baixados que auxiliam na hora de estudar. Usar o celular nas aulas foi muito legal mesmo, pois ele pode ter muita utilidade para a aprendizagem, sem contar que as aulas ficam bem mais divertidas”, comenta a estudante.

Arthur Sulzbach, estudante do segundo ano do Ensino Médio do Colégio Santo Antônio, de Estrela, teve um insight do que seria sua escolha profissional ainda no sexto ano do ensino fundamental, na primeira aula de Ciências, em 2011. No ano seguinte, ele começou a pesquisar sobre propagação de plantas. Em 2013 visitou a Univates para conhecer as pesquisas da Instituição nessa área. A partir daí estudou técnicas caseiras de produção de plantas e nunca mais parou de pesquisar sobre o tema. Em 2015 iniciou a produção de mudas e participou da Feira de Ciências da Univates. Em 2016 entrou para um programa de mentoria e atuou como bolsista voluntário nos projetos de pesquisa da Univates. “Conhecer as pesquisas da Univates e participar da Feira com certeza foi fundamental no meu projeto de pesquisa. Hoje estou trabalhando com a propagação de orquídeas, que serão introduzidas em áreas degradadas no município de Estrela. As orquídeas aceleram o processo de recuperação ambiental pois têm alto potencial de realizar interações mutualistas”. A determinação do precoce pesquisador é inspiradora, pois o resultado do seu projeto para o meio ambiente só poderá ser observado daqui há 15 ou 20 anos.

Salão de Iniciação Científica, Tecnológica e de Inovação (Sicti)

O Salão de Iniciação Científica, Tecnológica e de Inovação (Sicti), que no ano de 2016 chegou a sua 15ª edição, tem por objetivos divulgar os resultados das atividades de pesquisa dos bolsistas vinculados a projetos desenvolvidos na Univates e em outras instituições de ensino no contexto da graduação e da pós-graduação, estimular a produção de trabalhos de cunho científico, tecnológico e cultural em todas as áreas do conhecimento e promover um espaço para a troca de conhecimentos e de experiências entre bolsistas, voluntários, pesquisadores e orientadores.

Direcionado ao público de bolsistas e voluntários de iniciação científica, tecnológica e de inovação da Univates, assim como de outras instituições, o evento reuniu, no dia 18 de outubro de 2016, 134 participantes e trabalhos apresentados.

Além dos bolsistas da Univates, o evento também contou com a participação de alunos da Universidade Feevale, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), Instituição de Ensino Comunitária e Confessional, vinculada à Rede Sinodal de Educação (Faculdade EST), Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), além de bolsistas dos Ensinos Fundamental e Médio de escolas públicas da região.

Comitê de Ética em Pesquisa (Coep)

A Univates mantém, desde 2005, e devidamente registrado na Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), o Comitê de Ética em Pesquisa (Coep). Formado por um colegiado multiprofissional, o Coep possui caráter consultivo, deliberativo e educativo e busca defender os interesses dos sujeitos de pesquisa em sua integridade e dignidade e auxiliar os pesquisadores no desenvolvimento da pesquisa dentro dos padrões éticos, reconhecendo as pesquisas como eticamente adequadas.

Em 2016 foram analisados 128 projetos de pesquisa.

Comissão de Ética no Uso de Animais (Ceua)

A Univates mantém, desde 2011, a Comissão de Ética no Uso de Animais (Ceua). Formada por um colegiado interdisciplinar e independente, a Ceua possui caráter consultivo, deliberativo e educativo e busca defender e contribuir para que os direitos dos animais utilizados em pesquisa, ensino e extensão sejam respeitados conforme padrões éticos e legais.

Em 2016 foram analisados cinco protocolos de pesquisa por esta Comissão.

Extensão

Durante o ano de 2016, a Univates desenvolveu 15 projetos de extensão, mediante apoio financeiro a projetos que visaram a contribuir significativamente para a qualificação acadêmica e a inserção regional da Instituição nos seguintes programas de extensão:

- Educação, Saúde e Ações Socioculturais;
- Ciências, Ambiente e Tecnologia;
- Gestão e Inovação Organizacional.

A Univates entende por extensão o processo de relações diretas e recíprocas com a comunidade, que, na perspectiva de democratizar o conhecimento produzido, consolida-se como um dos meios que permite a interlocução com diferentes segmentos, seja por meio de cursos, eventos, prestação de serviços, projetos vinculados ou não a programas de extensão.

50 bolsistas
37 bolsas concedidas*
82 docentes envolvidos nos projetos de extensão
R$ 1.129.512,06 de investimento em extensão

Saiba mais: www.univates.br/extensao/projetos-de-extensao

* A Bolsa de Extensão é destinada a estudantes de graduação do Centro Universitário UNIVATES, viabilizando sua participação em projetos de extensão. As bolsas são concedidas sob a orientação de docente credenciado. Por meio delas são aprimorados conhecimentos, produzidos novos saberes e desenvolvidas habilidades e competências relativas à formação do estudante contemplado.
Salão de Extensão (SE)

Em 2016 ocorreu a décima edição do Salão de Extensão (SE) da Univates, representando importante momento para a divulgação de resultados e ações decorrentes de projetos de extensão realizados na Univates e em demais instituições de Ensino Superior. O evento também buscou promover um espaço para o compartilhamento de conhecimentos e de experiências entre bolsistas e voluntários de projetos de extensão da Univates e de outras instituições.

Foram 41 trabalhos apresentados nas mais diversas áreas do conhecimento.

Saiba mais: www.univates.br/evento/semana-integrada/x-salao-de-extensao-se